quarta-feira, 27 de maio de 2009

É HOJE, 25 ANOS DE CAMPEONATO

POIS É, GALERA! TAQUI NOSSO PRESENTÃO!
Depois de um dia de confusão e violência nas Laranjeiras, uma boa notícia para os tricolores e para os apaixonados pelo futebol e pela história do Brasil. O blog Cidadão Fluminense lança o livro reportagem virtual "Estádio das Laranjeiras, Monumento do Brasil". Em 120 páginas recheadas de fotos históricas, o livro revela a importância do Estádio para a cidade do Rio de Janeiro e para o futebol carioca e brasileiro.
O nosso Estádio é anterior à construção do Cristo Redentor e foi palco de Jogos Olímpicos Sul-Americanos (antecessores do Pan), óperas como Aída, da visita dos reis da Bélgica em 1920 e até da doação de um avião para o esforço de guerra. O livro é gratuito, e estará disponível para consulta ou download no blog a partir deste 27 de maio, data em que o Flu comemora 25 anos do título no brasileirão. Vamos mostrar como e  por que o Estádio, o primeiro do país,  se transformou em patrimônio histórico e cultural do Rio de Janeiro e do Brasil – e que, por isso, tem que ser preservado. O livro e o blog são os primeiros passos do Movimento Permanente em Defesa do Estádio das Laranjeiras e da Sede do Fluminense, em apoio à atual posição da Câmara dos Vereadores pela preservação do monumento onde a seleção brasileira jogou sua primeira partida internacional e conquistou o Sul-Americano de 1919.

Veja o que você prefere:

Para navegar rapidamente nas páginas e ter uma ideia do livro, use as setas dos botões redondos para avançar e voltar.

Para ver em tela inteira, aperte o botão FULL SCREEN.

Para fazer o download do documento, clique no pequeno link "livro estádio das laranjeiras", QUE ESTÁ ABAIXO DA JANELA DA IMAGEM. Você será redirecionado para uma Janela onde basta apertar o botão DOWNLOAD THIS DOC.

Para fazer o download da capa, clique no botão azul RELATED DOCS e repita o procedimento.


6 comentários:

  1. Prezados,

    Estou muito preocupado com as notícias a cerca do destombamento do nosso Estádio, aquilo ali é nosso, é do futebol.
    Não sou reacionário, muito menos uso antolhos, mas no momento atual admitir esse destombamento, capitaneado pela corja de se instalou na administração do clube, é dar um tiro no pé, pois não podemos confiar em nada do que eles dizem.
    O Conselho Deliberativo está nas mãos deles, sabemos que as pessoas verdadeiramente preocupadas com a causa TRICOLOR que estão lá, é minoria e nada poderão fazer caso a baleia Horca e sua gangue, queiram construir um edifício, um estacionamento, um circo ou até um grande “chiqueiro” para urubus, bostafoguense e vaiscaindos usarem como área de lazer.
    O destombamento só fará sentido, caso exista um projeto sério para ampliação e modernização do Estádio, elevando o público para pelo menos 15 ou 20 mil pessoas, onde os tricolores de verdade pudessem ir com mais freqüência ao Estádio, onde tivéssemos uma ampla loja oficial, etc., mas nessa administração todos sabem que será impossível.
    Não podemos esperar nada desses vermes que estão lá, se duvidar o destombamento sai, eles acabam com o Clube e ainda cavam um grande buraco, onde hoje é o campo, para enterrar de vez todas as nossas glórias.

    Saudações Tricolores!

    Sergio Araujo (Sócio e torcedor indignado com o momento atual)
    e-mail: saraujo18@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Não consegui baixar o livro! Dá erro.

    Abs,

    João

    ResponderExcluir
  3. Eduardo,

    o link p/ o texto não tá funcionando...

    ResponderExcluir
  4. Rogério Pecegueiro28 de maio de 2009 15:02

    Não é preciso destombamento da sede para fazer melhorias necessárias. O Decreto 20611 dá amparo para os donos dos bens tombados apresentarem projetos e executá-los em caso de aprovação. A verdade é que essa diretoria está distorcendo os fatos e pode abrir um precedente para que o Fluminense perca a sede para os empresários da especulação imobiliária, através desse destombamento de todo o complexo arquitetônico e esportivo do Clube, pois dará ao novo dono a possibilidade de demolir tudo e levantar um gigantesco condomínio. Com a dívida financeira que o Clube tem, será que os credores não irão requerer a penhora do patrimônio do devedor?

    ResponderExcluir
  5. Fala grande amigo Eduardo...Você é um vencedor...Parabéns pelo livro !!! Apesar de botafoguense; não poderia deixar de lhe dar os parabéns; pois a cultura não tem torcida. Continue na sua luta pra não deixar um patrimônio histórico ser destruído...Abraço, Germano Martins.

    ResponderExcluir
  6. Muito bela iniciativa, eu não sabia a história nobre do Estádio das Laranjeiras. A história ea memória deve ser sempre preservada, especialmente se eles pertencem a um clube na história como o Flu.

    Parabéns de Bologna, Itália.

    PS. O livro sobre o estádio das Laranjeiras não é possível baixar, sin ...

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM