sábado, 30 de outubro de 2010

A primeira presidência a gente nunca esquece

Fernando Collor de Mello


Em uma ascensão fulminante, ele se tornou o mais jovem presidente da história. De quem estamos falando? De “FERNANDO COLLOR DE MELLO”.

FERNANDO COLLOR DE MELLO teve seu primeiro mandato presidencial, em 1973, à frente do Centro Sportivo Alagoano, o CSA.


No dia da posse, o mais jovem presidente da história do CSA cumprimenta o antecessor, José Maurício Breda

Naquela época, FERNANDO COLLOR DE MELLO era um ilustre desconhecido. COLLOR só era conhecido como "O FILHO DO SENADOR ARNON DE MELLO" e como diretor do jornal ‘Gazeta de Alagoas’, uma das empresas da família em Maceió. Mas, FERNANDO COLLOR DE MELLO “QUERIA SAIR DA SOMBRA DE SEU PAI”.

Entretanto, FERNANDO COLLOR DE MELLO em apenas um mês percorreu, aos 24 anos de idade, o caminho entre o Conselho Deliberativo e a presidência do CSA. O CSA é um clube de poucos recursos financeiros, nenhuma tradição contra grandes times do Brasil, mas com uma imensa torcida no estado de Alagoas.




FERNANDO COLLOR DE MELLO tornou-se conselheiro no dia 7 de agosto e a 3 de setembro era eleito por aclamação – forma que impôs para aceitar o cargo, pois não queria concorrer com outro candidato. Desde então, “FERNANDO COLLOR DE MELLO DEMONSTRAVA NENHUMA VONTADE EM DEBATER IDÉIAS CONTRÁRIAS AS SUAS”.

FERNANDO COLLOR DE MELLO assumiu o CSA em um emblemático 7 de setembro de 1973, data do 60° aniversário do clube. Em seu discurso de posse FERNANDO COLLOR DE MELLO se defendeu contra os inimigos e disse que: “NÃO SOU POLÍTICO. SOU UM JOVEM QUE PROCURA DESEMPENHAR SUAS TAREFAS DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL”.

Ao lado de Garrincha, convidado a vestir a camisa do CSA em uma partida festiva, a segunda do dirigente no comando do clube, em setembro de 1974


Durante seu primeiro ano, prestou uma homenagem a Garrincha logo no segundo jogo, conquistou o estadual de 1974 e garantiu, no Rio de Janeiro, o direito de disputar uma vaga no Brasileiro – depois de dois empates e uma vitória de 3 x 1 sobre o rival CRB onde o centroavante Misso comemorou o gol da classificação abraçando-o à beira do gramado.


Na partida que garantiu a vaga para o Brasileiro de 1974, o atacante Misso marca o terceiro gol contra o CRB e festeja com Fernando Collor


FERNANDO COLLOR DE MELLO caiu nos braços da torcida. Montou ele mesmo, com um estilo centralizador e sem ajuda de um diretor de futebol, um time forte, contratando no Rio Grande do Sul cinco jogadores, entre eles o lateral-direito VALDIR ESPINOSA. “O CSA PROJETOU COLLOR, QUE GANHOU PRESTÍGIO LÁ”, lembrou Valdir Espinosa.


O então lateral direito Valdir Espinosa, chega ao CSA, contratado pelo próprio Collor


Com a candidatura de sua mãe, Leda Collor de Mello, para deputada federal pela ARENA, FERNANDO COLLOR DE MELLO se licenciou do cargo em agosto de 1974, na metade do mandato. Alegou não querer usar a influência junto à torcida para favorecê-la. No final, dona Leda acabou como segunda suplente. Mas, mesmo sem concluir a administração o jovem presidente “DEIXOU DE SER APENAS O FILHO DO SENADOR” e iniciou uma carreira pública que o levou à Presidência da República com 33 milhões de votos. E o resto da história todo mundo já conhece...


RESUMO DO MANDATO DE COLLOR NO CSA

Jogos: 151
Vitórias: 78
Empates: 35
Derrotas: 38
Gols a favor: 225
Gols contra: 118
Título: Campeão Alagoano de 1974

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Os correligionários e aliados não serão ouvidos?

O não comparecimento do candidato Peter Siemsen ao debate promovido pelo site “FLUMINENSE & ETC” ainda rende no Fluminense. Alguns correligionários e aliados mais próximos do candidato não concordaram com a decisão do Peter de não comparecer ao debate.

Só que o Peter como candidato, fez prevalecer a sua vontade e não a de alguns de seus companheiros. E Peter não foi ao debate! Na verdade, o candidato teria seguido a sugestão de seu “marqueteiro político” que lhe aconselhou que não comparecesse. Peter contratou a ‘peso de ouro’ um ‘mega marqueteiro’ para lhe assessorar durante a campanha.

O Peter deve tomar cuidado, pois em algumas situações numa campanha eleitoral quando os candidatos preferem ouvir só os seus marqueteiros, acabam criando problemas internos com os correligionários e aliados políticos, que ficam com suas opiniões relegadas para um ‘segundo plano’. Com toda certeza, à ausência do Peter no debate foi lamentável. Um verdadeiro retrocesso na democracia tricolor.

“SERÁ QUE O CANDIDATO PETER SIEMSEN SERÁ MONITORADO POR SEU MARQUETEIRO DURANTE TODA A CAMPANHA ELEITORAL”????? "SERÁ QUE O PETER SÓ FARÁ O QUE SEU MARQUETEIRO MANDAR"??? “E OS SEUS CORRELIGIONÁRIOS E ALIADOS NÃO SERÃO OUVIDOS”???


Saudações Tricolores

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PETER FALTOU AO DEBATE! LAMENTÁVEL!

Estava previsto para esta terça-feira, dia 26/10, um “DEBATE ENTRE OS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DO FLUMINENSE” organizado pelo site “FLUMINENSE & ETC”. O debate irá ao ar na próxima sexta-feira, dia 29/10. Os três candidatos, Mauro Carneiro, Julio Bueno e Peter Siemsen já haviam confirmado presença previamente. Porém... “O PETER FALTOU AO DEBATE”!!!

O PETER JÁ DECLAROU QUE FALTARÁ ÀS REUNIÕES DO CLUBE DOS 13, CASO SEJA ELEITO... O PETER JÁ FALTOU À REUNIÃO DO CONSELHO CONSULTIVO DO FLUMINENSE... O PETER FALTOU AO DEBATE ENTRE OS CANDIDATOS... O QUE MAIS O PETER FALTARÁ ATÉ O DIA DA ELEIÇÃO???? SERÁ QUE O PETER IRÁ VOTAR???? SERÁ QUE O PETER CONTINUARÁ COMO CANDIDATO???? SERÁ QUE CASO ELEITO, O PETER IRÁ COMPARECER À SEDE DO FLUMINENSE????? SERÁ QUE CASO ELEITO, O PETER FALTARÁ COM OS SEUS COMPROMISSOS?????

O Peter está demonstrando ser um “PÉSSIMO ALUNO”. Pois, com este excesso de faltas, “O PETER ACABARÁ REPROVADO NO FINAL DO ANO POR EXCESSO DE FALTAS”. Aí já viu, né? E “REPROVAÇÃO” no futebol significa... “REBAIXAMENTO”!!! E “REPROVAÇÃO” em eleição significa... “PERDA DE VOTOS”!!! ONDE ESTÃO SEUS ASSESSORES??? É preciso que lhe expliquem que, em eleição uma palavra mal colocada (ou não dita) pode significar... “PERDA DE VOTOS”!!!

PETER FALTANDO AO DEBATE NÃO PARECE SER DO “TIME DE GUERREIROS” QUE TEM QUE DISPUTAR CADA JOGADA COM MUITA RAÇA E QUE QUER DISPUTAR TODOS OS JOGOS!!!

O debate foi marcado há mais de um mês. E com a concordância de todos os três candidatos. Mas, na véspera o PETER resolveu não comparecer. SERÁ QUE O PETER NÃO SE SENTE PREPARADO PARA OS DEBATES???? SERÁ QUE O PETER PERDEU A EMPOLGAÇÃO???? SERÁ QUE O PETER CONTINUARÁ CANDIDATO????? SERÁ QUE O PETER TEM MEDO DE CONFRONTAR IDÉIAS DEMOCRATICAMENTE???? SERÁ QUE O PETER CALÇOU O SALTO ALTO??? Pois, faltando a tantos “COMPROMISSOS POLÍTICOS”, o Peter demonstra estar desanimando da eleição.

Com a falta do PETER (mais uma), o debate foi realizado com os candidatos MAURO CARNEIRO e JULIO BUENO. O debate foi muito bem organizado pela equipe do site “FLUMINENSE & ETC”. As regras muito tranquilas procuraram nortear o debate, que teve um bom tom, pacífico, civilizado e com um nível extremamente elevado. O debate teve um clima de respeito mútuo e de elegância entre os candidatos MAURO CARNEIRO e JULIO BUENO.

O debate foi dividido em seis blocos. Os três primeiros blocos foram de perguntas feitas aos candidatos, elaboradas pela equipe de produção do site “FLUMINENSE & ETC”. Os dois blocos seguintes foram de perguntas de candidato para candidato. E o último bloco do debate foi para as considerações finais dos dois candidatos presentes.

Enquanto isso, “O PETER AO FALTAR AO DEBATE DEMONSTROU NÃO CONFIAR NA CAPACIDADE DA EQUIPE DO SITE ‘FLUMINENSE & ETC’ EM NORTEAR E MEDIAR O DEBATE”. O PETER faltando ao debate deixa várias dúvidas em questão. Por exemplo: COMO O PETER REAGIRÁ A UM POSSÍVEL MOMENTO DE CRISE COM A TORCIDA ENFURECIDA POR POSSÍVEIS MAUS RESULTADOS????? COMO O PETER REAGIRÁ EM UMA SITUAÇÃO DE CONFLITO COM ALGUM RIVAL DO FLUMINENSE???? FALTARÁ A ESTES EMBATES TAMBÉM, CASO SEJA ELEITO E CASO ELES OCORRAM????? DO CLUBE DOS 13, O PRÓPRIO PETER JÁ DISSE QUE FALTARÁ!!!

O PETER faltando a este debate “DESPRESTIGIA TODOS OS SÓCIOS E TORCEDORES DO FLUMINENSE. O PETER faltando a este debate “DESPRESTIGIA A CONSTRUÇÃO DE UM PROCESSO POLÍTICO TRICOLOR DEMOCRÁTICO”. O PETER faltando a este debate “DESRESPEITA OS OUTROS DOIS CANDIDATOS, MAURO CARNEIRO E JULIO BUENO. O PETER faltando a este debate “DESPRESTIGIA O FLUMINENSE”. O PETER faltando a este debate “DESRESPEITA OS SEUS ELEITORES”. Logicamente, que aparecerão as “VELHAS DESCULPAS ESDRÚXULAS DE SEMPRE”. Mas, com certeza, elas não serão suficientes nem para o seu próprio eleitorado. Até porque, existirão alguns entre os seus eleitores, que poderão até não dizer nada, mas, nem todos concordarão com seus motivos para “FALTAR AO DEBATE”.

O Peter é candidato à presidência do Fluminense e não de um clube qualquer. Portanto, o PETER como candidato deveria ter comparecido ao debate. O PETER perdeu a oportunidade expor seus projetos, suas idéias para o eleitorado tricolor. Ou será que o Peter não tem projetos e idéias????? O Peter não está preparado???? Nós estamos num século de alta tecnologia, numa época de muita informação. Mas, “A PRESIDÊNCIA DO FLUMINENSE NÃO É UM CARGO VIRTUAL”!!!

Em 1989, na primeira eleição direta para presidente do Brasil após a ditadura militar, foram realizados oito debates na TV no primeiro turno. “O CANDIDATO FERNANDO COLLOR DE MELLO FALTOU A TODOS OS DEBATES”. FERNANDO COLLOR ERA O CANDIDATO JOVEM, BONITINHO, RICO E ‘CAÇADOR DE MARAJÁS’. Porém, FERNANDO COLLOR DE MELLO era apoiado por “VELHAS OLIGARQUIAS” e altamente comprometido com “FORTES GRUPOS EMPRESARIAIS”. E essa história todo mundo viu e (infelizmente) sabe como terminou.



Saudações Tricolores

O VELHO ESTILO DO "DIRIGENTE CHARUTÃO"

Na partida entre Vasco e Flamengo, realizada no Engenhão no último domingo, após o término da partida ocorreu um fato lamentável.

Muito exaltado, o diretor executivo de futebol do Vasco da Gama, Rodrigo Caetano, tentou invadir o campo e precisou ser contido por três policiais militares, além do lesionado Carlos Alberto.

O que será que o ‘grande profissional’ vascaíno ia fazer ao invadir o campo:

a) Dar um buquê de flores para o árbitro da partida;

b) Demonstrar todo o seu ‘profissionalismo’ e agredir o árbitro da partida;

c) Testar suas aptidões físicas e ‘bater uma bolinha’ com os gandulas;

d) Correr para dizer aos seus jogadores que pretende mudar de clube.

Façam suas opções. Mas, realmente foi uma cena lamentável! E poderíamos acrescentar mais uma alternativa entre as anteriormente citadas. Talvez, o ‘grande profissional’ vascaíno estivesse querendo reeditar “O VELHO ESTILO DO DIRIGENTE CHARUTÃO”. E ainda tem gente que gosta deste tipo de ‘profissional’.


Saudações Tricolores

CENSURA FLUSÓCIO??? É PROIBIDO PROIBIR!!!

É, parece que definitivamente querem instalar a “CENSURA” no Fluminense. É de uma forma triste e lamentável, que reproduzo dois comentários extraídos de sites e blogs tricolores, que comprovam este “TIPO DE CONDUTA EXECRÁVEL QUE DEVE SER BANIDA DO BRASIL”.

No Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”, no texto “VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES OLÍMPICOS DO FLU É DEMITIDO!!!”, que foi publicado no dia 22/10, foi escrito o comentário de João Tricolor. Eis o comentário na íntegra:

João Tricolor

Caro Eduardo,

permita-me um OFF Toppic:

Postei o seguinte comentário no último artigo da Flusócio, que trata do site de campanha do candidato deles:

“Prezados,

não é um pouco tarde lançar o site faltando poucos dias para a eleição?? Por que não foi lançado antes, a fim de todos conhecerem melhor as propostas do candidato?

Por fim, acho que seria interessante divulgar também o porquê do candidato não ter comparecido a última reunião do Conselho Consultivo do clube.

Grato.”


Pergunte se foi publicado? Não!

Fui grosseiro? Mal educado? Usei palavras de baixo calão? Estou até agora tentando entender o motivo. Lamentável.

Se preparem, pois pelo visto os simpatizantes são aficcionados por CENSURA. Caso ele seja eleito vai ficar feia a coisa.



E o outro comentário, foi escrito por jaymeflu, no texto “ÀS FAVAS COM A ÉTICA”, que foi publicado no site do grupo político “PAVILHÃO TRICOLOR”, no dia 26/10. Eis o comentário na íntegra:

Fui censurado no blog da Flusócio, pq perguntei o que o tal do Sandro Lima e o Ricardo haviam feito pelo esporte olímpico do Flu nestes 6 anos. Não me responderam e ainda meu post foi censurado. Não entendi pq.

ST


Sobre estes dois comentários e o “TIPO DE CONDUTA EXECRÁVEL QUE DEVE SER BANIDA DO BRASIL, QUE É A CENSURA”, fica aqui uma pequena parte de um pensamento do poeta CAETANO VELOSO respondendo as vaias em 1968 durante a apresentação no festival, quando ele tinha 26 anos:

EU DIGO SIM!
EU DIGO NÃO AO NÃO!
EU DIGO: É PROIBIDO PROIBIR! É PROIBIDO PROIBIR!
MAS É ISSO QUE É A JUVENTUDE QUE DIZ QUE QUER TOMAR O PODER?
VOCÊS TÊM CORAGEM DE APLAUDIR, ESTE ANO, UMA MÚSICA,
UM TIPO DE MÚSICA QUE VOCÊS NÃO TERIAM CORAGEM DE APLAUDIR NO ANO PASSADO!
SÃO A MESMA JUVENTUDE QUE VÃO SEMPRE, SEMPRE, MATAR AMANHÃ,
O VELHOTE INIMIGO QUE MORREU ONTEM!


CAETANO VELOSO – É PROIBIDO PROIBIR (Assista o vídeo)

 http://www.youtube.com/watch?v=mCM2MvnMt3c&feature=related


Saudações Tricolores

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O 'Plano A' e o 'Plano B' de Julio Bueno

Na última quarta-feira, o sr° Ricardo Tenório e o candidato Julio Bueno viajaram para a cidade de São Paulo. E foram conversar sobre um assunto muito importante: “PATROCÍNIO DE FUTEBOL”. E voltaram da capital paulista com alguma coisa na mão.

Estabeleceram uma negociação com um potencial “NOVO PATROCINADOR” para o futebol profissional do Fluminense, que topou uma quantia na média de R$ 30 MILHÕES/ANO.

Este será um “PLANO B”. Pois, obviamente “O ‘PLANO A’ É A RENOVAÇÃO COM A UNIMED, ATUAL PATROCINADORA DO FUTEBOL PROFISSIONAL DO FLUMINENSE”.

E nada mais do que justo! “A PRIORIDADE DE PATROCÍNIO É DA UNIMED”, passando os recursos “POR DENTRO DO FLUMINENSE”.

A conversa de Julio Bueno e Ricardo Tenório, em São Paulo, com o potencial “NOVO PATROCINADOR”, caso o candidato seja eleito, é de um contrato de R$ 90 MILHÕES EM TRÊS ANOS.

Caso o candidato Julio Bueno seja eleito e não exista possibilidade de se renovar o contrato com a UNIMED (Plano A), o candidato terá um “PLANO B”. Mas, a prioridade será a renovação com a UNIMED.

E neste eventual “PLANO B”, no primeiro ano, serão disponibilizados R$ 25 MILHÕES. No segundo ano, serão disponibilizados R$ 30 MILHÕES. E no terceiro ano, serão disponibilizados R$ 35 MILHÕES. Este eventual contrato será fechado por um prazo de “TRÊS ANOS”, totalizando ao término R$ 90 MILHÕES entrando nos cofres do Fluminense.

Saudações Tricolores

domingo, 24 de outubro de 2010

Uma longa conversa

O sr° RICARDO TENÓRIO conversou longamente com o ex-Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense, o sr° SANDRO LIMA, conhecido carinhosamente em nosso Clube como “SANDRÃO”.

RICARDO TENÓRIO dizia para “SANDRÃO" que sua demissão não tem nada a ver com o seu apoio ao candidato Peter Siemsen. Tanto que o Vice-Presidente Social, o sr° Roberto Ferreira Guimarães, também apóia o candidato Peter Siemsen e não foi demitido. É que o motivo da “DEMISSÃO” foi a não apresentação das contas da Vice-Presidência de Esportes Olímpicos, que estava previamente marcada para se realizar no dia 15 de outubro. E nada foi feito!

Saudações Tricolores

TOTE MENEZES visita os amigos no FLU

Neste sábado, dia 23 de outubro, o assunto do dia no Fluminense não era só a celebração dos “70 ANOS DO REI PELÉ”. Tinha muita gente emocionada celebrando a visita de um grande amigo no Fluminense. É que neste sábado, o sr° TOTE MENEZES apareceu para rever os grandes amigos do Fluminense. E como diria Milton Nascimento... “AMIGO É COISA PRA SE GUARDAR NO LADO ESQUERDO DO PEITO”.

TOTE MENEZES foi muito bem recebido por vários amigos e sócios “EXPERIENTES” e “TRADICIONAIS” do respeitável grupo “DEMOCRACIA TRICOLOR”. TOTE MENEZES juntou-se aos amigos na famosa “MESA DO WHISKY” no tradicional “BAR DO TÊNIS”. E estavam todos ‘muito animados’.

Mas, a ‘animação’ estava liberada, até porque como disse o candidato Peter Siemsen, a forma como se faz política no Fluminense é “POLÍTICA DE BOTEQUIM”. E como todos sabem, TOTE MENEZES é um grande amigo do presidente da patrocinadora do futebol profissional do Fluminense, que apóia Peter Siemsen. Então, está tudo em casa. Com “BOTEQUIM” ou sem “BOTEQUIM”, com “WHISKY” ou sem “WHISKY”, o que importa é que todos os amigos estavam muito felizes com o retorno de TOTE MENEZES. Todos já estavam com saudades do TOTE MENEZES.



Saudações Tricolores

Samarone - O Diabo Louro

O conselheiro do Fluminense VALTERSON BOTELHO tem sido um “GRANDE GUERREIRO” na propagação e divulgação da História do Fluminense. VALTERSON BOTELHO tem se destacado na produção de vídeos retratando os grandes ídolos do futebol do Fluminense. VALTERSON BOTELHO produz seus vídeos para que todos os tricolores – principalmente os jovens – vejam por quem batemos muitas palmas em “TEMPOS IDOS”. E como diria CARTOLA um grande tricolor... OS TEMPOS IDOS, NUNCA ESQUECIDOS, TRAZEM SAUDADE AO RECORDAR...

E o mais novo vídeo de VALTERSON BOTELHO é um curta de 8 minutos e 58 segundos sobre o nosso “ETERNO ÍDOLO SAMARONE”. VALTERSON BOTELHO esteve com Wilson Gomes, o nosso querido SAMARONE, na ocasião da festa realizada na sede das Laranjeiras, para celebração dos “40 ANOS DA TAÇA DE PRATA”. O vídeo chama-se “SAMARONE – O DIABO LOURO”. Esta produção acabou de ‘sair do forno’.

Assista o curta “SAMARONE – O DIABO LOURO”:

http://www.youtube.com/watch?v=66lvD12CyaM



Saudações Tricolores

Me liga!

O nosso jogo não tem regras nem juiz
Você não sabe quantos planos eu já fiz
Tudo que eu tinha pra perder eu já perdi
O seu exército invadiu o meu país
Se você lembrar, se quiser jogar
Me liga, me liga,

Mas sei, que não se pode terminar assim
O jogo segue e nunca chega ao fim
E recomeça a cada instante, a cada instante
Eu não te peço muita coisa só uma chance
Pus no meu quarto, seu retrato na estante
Quem sabe um dia eu vou te ter ao meu alcance
Ai como ia ser bom se você deixasse

Me liga, me liga...


As frases acima são trechos da música “ME LIGA” da banda carioca “PARALAMAS DO SUCESSO”, A música é um grande sucesso do álbum “O PASSO DO LUI”, de 1984. Os “PARALAMAS DO SUCESSO” explodiram para o Brasil após o Rock in Rio, em 1985. Uma época maravilhosa para todos os tricolores.

Mas, as frases acima bem que poderiam fazer parte do pensamento de um ex-dirigente esportivo em relação a um médico. Até porque, um não cansa de ligar para o outro, deixou diversos recados no celular... E NADA!!!


Saudações Tricolores

Uma noite pra quem gosta da História do Fluminense

Eduardo Coelho e Roberto sander


Eduardo Coelho e Roberto sander

O lançamento do livro da “TAÇA DE PRATA DE 1970” foi um sucesso absoluto. E os principais responsáveis foram todos os que compareceram. Aos que não compareceram, não deixem de conferir o livro. Está muito bom!

É uma obra que tem como principal objetivo reafirmar a conquista de um título que trouxe muita alegria a toda uma geração de tricolores. Acima de qualquer coisa, trata-se de um registro histórico que deve ser propagado ao máximo.

Dos três candidatos à presidência do Fluminense, Mauro Carneiro, Julio Bueno e Peter Siemsen, “SÓ O CANDIDATO JULIO BUENO COMPARECEU AO LANÇAMENTO DO LIVRO DO SANDER”. É uma pena! O ideal é que os três candidatos pudessem comparecer ao lançamento para prestigiarem a “HISTÓRIA DO FLUMINENSE” e o autor do livro. Falar em prestigiar a História, mas na hora em que um jornalista lança um importante livro sobre o nosso Clube, não comparecer, demonstra falta de compromisso.

Eu já tinha visto o livro na semana anterior ao lançamento, numa livraria do Centro. E já tinha observado que o livro está muito bom. Mas deixei para comprá-lo no lançamento, por respeitar os rituais literários. Afinal, não poderia ficar sem a dedicatória do grande Roberto Sander. O livro está sensacional! Mas, algo em especial, que gostei muito foi na parte dos agradecimentos. O Sander escreveu: “Agradeço também a LUIZ CARLOS PEREIRA do Flu Memória, sempre solícito na busca de informações e imagens do tricolor das Laranjeiras”. É isso aí, Sander! O nosso querido LUIZINHO merece todas as nossas homenagens. Muito bom você reconhecer a colaboração do nosso LUIZINHO. Valeu!!!

Saudações Tricolores

Vamos lotar as Laranjeiras para ver o FUTSAL!

Que o ex-Vice-presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense, sr° RICARDO PEREIRA MARTINS nunca foi muito chegado em futebol, muita gente sabe em nosso Clube. Que o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS já declarou em uma reunião do Conselho Deliberativo, que “O FUTEBOL ATRAPALHA O FLUMINENSE”, muita gente também ouviu.

Mas, parece que definitivamente “QUANDO SE FALA EM FUTEBOL, NÃO SE FALA EM RICARDO PEREIRA MARTINS. Como várias pessoas sabem no Fluminense, “A EQUIPE DE FUTSAL TRICOLOR NÃO JOGA NAS LARANJEIRAS AS PARTIDAS EM QUE O FLUMINENSE TEM O MANDO DE CAMPO”. Porque, não sei. Talvez a pessoa mais indicada para responder isto seja o próprio sr° RICARDO PEREIRA MARTINS, o ex-Vice-Presidente de Esportes Olímpicos da gestão ROBERTO HORCADES.

Nestes longos anos, em que o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS comandou os Esportes Olímpicos de nosso Clube (e inclui-se a gestão Sandro Lima), as equipes de FUTSAL do Fluminense realizam seus jogos com mando de campo no GRAJÁU COUNTRY CLUB. E por que será??? Qual deve ser o misterioso motivo??? Será que os nossos atletas tricolores não eram dignos de realizarem suas partidas no Ginásio João Coelho Neto??? Será que não possuem qualidades técnicas??? E o que leva alguém a achar que o FUTSAL do Fluminense não pode jogar na nossa casa, as Laranjeiras??????

Mas, segundo um grande “Fidalgo Tricolor”, se a Comissão Técnica do FUTSAL do Fluminense quiser, os próximos jogos serão "TODOS" realizados nas Laranjeiras. E vamos sair finalmente do Grajaú Country Club. E a torcida tricolor e os sócios do nosso Clube poderão prestigiar as diversas categorias do FUTSAL da equipe “PÓ-DE-ARROZ”, quando realizarem as partidas com mando de campo do Fluminense. E com toda certeza, “NOSSA TORCIDA ESTARÁ EM MASSA PRESTIGIANDO O FUTSAL DO FLUMINENSE”. O FUTSAL do Fluminense é um celeiro de craques.

“VAMOS TODOS LOTAR AS LARANJEIRAS PARA INCENTIVARMOS A EQUIPE DE FUTSAL DO FLUMINENSE”!!!




Saudações Tricolores

Uma tese furada e um cafezinho

Ainda sobre o a demissão do ex-Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense, sr° Sandro Lima, o fato é que... O presidente do Fluminense enviou uma carta para os Vice-Presidentes, dizendo que o Conselho Fiscal do Fluminense estava reclamando de recursos retidos nas Vice-Presidências.

O presidente do Fluminense estabeleceu um prazo que seria até 15 de outubro para que todas as contas fossem fechadas. E todos apresentaram suas contas. Inclusive, o Vice-Presidente Social, sr° Roberto Ferreira Guimarães, que apóia o candidato Peter Siemsen. Mas, a Vice-Presidência de Esportes Olímpicos do Fluminense “NÃO PRESTOU CONTAS E NEM FORAM APRESENTADAS AS NOTAS FISCAIS ATÉ HOJE”. Portanto, dizer que o sr° Sandro Lima foi demitido por apoiar o candidato Peter... “É DOSE PRA MAMUTE”. É MUITO FURADA ESTA TESE!!! A assessoria não está funcionando direito??? Essa tese furada não cola nem na “GERAÇÃO DE OURO”.

O fato é que o número das contas da Vice-Presidência de Esportes Olímpicos, na gestão do sr° Sandro Lima, está por volta de aproximadamente R$ 300 mil e nada foi apresentado. Nada!!! Enquanto isso, todas as outras Vice-Presidências apresentaram suas contas. Portanto, fica chato alguém tentar fazer pouco caso da inteligência dos tricolores com uma 'tese furada' dessas. O fato é que o sr° Sandro Lima deveria fazer, é ter entregado suas contas no prazo previamente determinado. MAS NÃO FEZ!!!

Mas, já que estamos falando de Esportes Olímpicos, é bom que os tricolores saibam que existem hoje, atletas vindos de cidades do interior, como Campos, Guarulhos, dentre outras. São mais de 20 atletas. Eles vêm competir pelo Fluminense, “MAS NÃO SÃO ATLETAS DO FLUMINENSE”. Eles almoçam, dormem no hotel, “MAS NÃO SÃO ATLETAS DO FLUMINENSE”. Enquanto isso, os atletas do Fluminense pagam R$ 50,00 para competir.

O que o Fluminense ganha com isso??? Por que o Fluminense tem que trazer atletas que “NÃO SÃO DO FLUMINENSE”??? E os nossos atletas??? E COMO O FLUMINENSE PAGA ISSO?????

E é um pouco estranha a presença do sr° RICARDO PEREIRA MARTINS no Bar do Fidélis, no último dia 14 de outubro, momentos antes de se iniciar a solenidade de apresentação do “PROJETO OLÍMPICO – FLU 2016” do candidato Julio Bueno. Será que o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS estava ali no Bar do Fidélis para gentilmente ‘RECEPCIONAR OS ATLETAS’ que se dirigiam para o Salão Nobre onde seria realizada a solenidade????? Ué... Mas, o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS não apóia o candidato Peter Siemsen????? Ah, o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS devia estar ali no Bar do Fidélis tomando um ‘cafezinho’. Afinal de contas, ‘tomar um cafezinho’ é algo de 'muita tradição' em nosso país. E todo mundo tem direito de 'tomar um cafezinho' no Bar do Fidélis.



Saudações Tricolores

"INDEPENDENTE FUTEBOL CLUBE"

No texto do Blog da Flusócio, intitulado “FLU É O QUE MENOS IMPORTA” apresentam-se argumentos sobre a demissão do ex-Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense, sr° Sandro Lima. O que é plenamente normal. Afinal, estamos no meio de um processo eleitoral e faz parte do jogo político. E afinal de contas, o sr° Sandro Lima é um “grande companheiro” de longa data dos briosos Flusócios. Nada mais justo que façam uma ardorosa defesa a um “grande companheiro”.

Mas, no texto, podemos observar um trecho muito interessante. No texto existe um trecho que diz: “Como se não bastasse, pegaram textos de outros blogs tricolores com posição política ‘INDEPENDENTE’ ou nula e distribuíram pelo clube em panfletos. Que coisa feia, hein... Muito provavelmente, nem autorização aos autores pediram, né?”

Bem, em primeiro lugar, tenho toda certeza que se referiram a um texto que escrevi no Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” intitulado “POLÍTICA DE BOTEQUIM”. O texto foi criado diante de uma 'frase muito infeliz’ do candidato Peter Siemsen, que num programa esportivo da Rádio Tamoio onde estava sendo entrevistado, demonstrou como ele observa realmente a política no Fluminense. Deve ter sido pelo excesso de "EMPOLGAÇÃO" do candidato.

Mas, me senti muito lisonjeado pela inspiração na utilização das “ASPAS” (costumeiramente utilizado no Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”). Será que estamos ‘fazendo escola’???

E sobre, “muito provavelmente, nem autorização aos autores pediram, né?”, “A FLUSÓCIO ERROU”!!! Pois, foi solicitada minha autorização para utilizarem o texto “POLÍTICA DE BOTEQUIM”. E dei autorização tranquilamente! Até porque no texto não tem nada de grave nisso. Apenas tem a forma como pensa o candidato Peter Siemsen sobre como se faz política no Fluminense. E também não vejo motivos para o candidato Peter Siemsen ter ficado “muito aborrecido” quando presenciou algumas pessoas panfletando o texto “POLÍTICA DE BOTEQUIM” na sede do Fluminense. Afinal, só fiz uma reflexão baseada numa “FRASE DITA PELO PRÓPRIO PETER”. Portanto, se o candidato Peter Siemsen tem que ficar “muito aborrecido” é com a "frase muito infeliz” que ele disse no programa da Rádio Tamoio. E o candidato Peter Siemsen deve ficar “muito aborrecido” é com ele próprio, pois “FOI O PETER QUEM FALOU A FRASE”. EU SÓ ESCREVO!!!

Mas, o grupo Flusócio também não precisa ficar “muito aborrecido” pelo fato de que eu tenha dado uma autorização para utilizarem um texto que escrevi. Posso refrescar um pouco a memória do grupo Flusócio, até porque quando me solicitaram autorização para publicarem um texto meu (que era de seu interesse) “EU DEI PERMISSÃO”. O texto em que “DEI PERMISSÃO AO GRUPO FLUSÓCIO PARA PUBLICAR EM SEU BLOG” é intitulado “CASA DOS TRICOLORES?”, que foi publicado no dia 26 de janeiro de 2009. LEMBRAM???

E sobre ser INDEPENDENTE... Realmente, 'se eu aceitasse o convite' gentil que recebi há meses atrás de um grande amigo meu, que está entre os mais destacados e entusiásticos ‘cabos eleitorais’ do candidato Peter Siemsen, para colaborar na campanha de seu candidato, realmente não seria “INDEPENDENTE”. Mas, não aceitei! Fazer o que, né???

E como diria o grande Tricolor Paulista, Roger Moreira, do grupo ULTRAJE A RIGOR...

“Eu não sou seu
Eu não sou de ninguém,
Você não manda em mim,
Eu só faço o que eu quero
Nós somos livres,
INDEPENDENTE FUTEBOL CLUBE”


Saudações Tricolores



Flávio Canto no FLU

O judoca olímpico Flávio Canto e quatro atletas do Instituto Reação defenderão o Fluminense. A apresentação dos judocas foi realizada no dia 16/10, às 9 horas, no Ginásio João Coelho Neto. É uma honra para todos os tricolores ter o Flávio Canto no Fluminense. Porém...

Seria muito interessante que o Flávio Canto divulgasse quem arrumou o patrocínio para ele vir para o Fluminense. E como ele vai ser pago??? Será pelo caixa do Fluminense??? Ou será mais um atleta ‘pago por fora’, como ocorre no futebol??? Esta será a regra do novo Fluminense??? Pagar por fora do caixa do Clube??? Ou será pago pelo caixa dos Esportes Olímpicos do Fluminense??? O Flávio Canto poderia ter dito tudo isto na entrevista que deu em sua apresentação no Fluminense.

Contudo, fica uma questão curiosa. Como alguns atribuem a chegada de Flávio Canto devido suas boas relações com o candidato Peter Siemsen, cabe uma reflexão: “POR QUE O FLÁVIO CANTO NÃO VEIO HÁ MAIS TEMPO PARA O FLUMINENSE????? POR QUE O FLÁVIO CANTO SÓ VEIO AGORA (SENDO TÃO AMIGO DO CANDIDATO PETER SIEMSEN) FALTANDO MENOS DE UM MÊS E MEIO PARA AS ELEIÇÕES DO FLUMINENSE?????? Parece mais um... “FACTÓIDE ELEITORAL”.



Saudações Tricolores

MATE COM ANGU

O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” é e sempre será um incentivador e propagador da arte, cultura e educação. Sem estes três elementos fundamentais para a alma humana, no sentido de suscitar questionamentos, instaurar dúvidas e desestabilizar certezas, não seríamos o que somos. Por isso, que o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” trabalha e luta incansavelmente por “CIDADANIA PARA TODOS”. Para que todos os brasileiros possam ter acesso à educação, arte e cultura.

E a professora DALVA LAZARONI, que é uma grande amiga, leitora e incentivadora deste Blog, está lançando um livro muito interessante, que vale a pena conferir. O livro chama-se “MATE COM ANGU – A HISTÓRIA DE ARMANDA ÁLVARO ALBERTO”.

O livro “MATE COM ANGU – A HISTÓRIA DE ARMANDA ÁLVARO ALBERTO” é fruto de 20 anos de pesquisa da professora DALVA LAZARONI. O livro será lançado terça-feira, dia 27 de outubro, às 18h30m, na ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS (ABL), que fica na Avenida Presidente Wilson, 203, Térreo – Castelo.

DALVA LAZARONI analisou aproximadamente 6 mil documentos e fotografias – alguns deles estarão expostos no lançamento – para contar a história da educadora que trouxe para o Brasil a técnica da italiana MARIA MONTESSORI, de quem foi aluna aos nove anos.

ARMANDA ÁLVARO ALBERTO foi defensora das causas feministas e das populações carentes. ARMANDA ÁLVARO ALBERTO foi presa por bater de frente com a ditadura de GETÚLIO VARGAS.

ARMANDA ÁLVARO ALBERTO também foi a criadora da merenda escolar. O título do livro é o apelido pejorativo dado pelo chefe de Polícia de Vargas, FILINTO MULLER, à Escola Regional de Meriti, dirigida por ARMANDA.

E para todos nós tricolores, sempre é um grande prazer estarmos no “Petit Trianon”, a sede da Academia Brasileira de Letras, que teve entre seus fundadores e presidentes, o grande tricolor COELHO NETO, o pai do “PREGUINHO”.



Saudações Tricolores

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES OLÍMPICOS DO FLU É DEMITIDO!!!

Na política do Fluminense existem certas coisas que são verdadeiros enigmas indecifráveis.

Na política do Fluminense existem alguns dilemas freudianos, que talvez nem o próprio ‘pai da psicanálise’ pudesse desvendar.

E na política do Fluminense tínhamos o Vice-Presidente de Esportes Olímpicos da gestão ROBERTO HORCADES, sr° SANDRO LIMA, que assumiu o cargo no lugar do ex-Vice-Presidente da gestão ROBERTO HORCADES, sr° RICARDO PEREIRA MARTINS, quando este se desvinculou do cargo.

É bom que se diga que, o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS, ocupou o cargo de Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Fluminense por cerca de 10 (DEZ) anos. E quando se retirou do cargo, o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS indicou (tranquilamente) o seu sucessor, o sr° SANDRO LIMA.

E durante os dois mandatos do presidente HORCADES, tanto o sr° RICARDO PEREIRA MARTINS, como o sr° SANDRO LIMA, foram pessoas muito próximas do presidente ROBERTO HORCADES.

Mas, nesta quinta-feira, dia 21 de outubro de 2010, o sr° SANDRO LIMA FOI DEMITIDO DO CARGO DE VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES OLÍMPICOS DO FLUMINENSE.

E no exato momento em que tive a notícia, da “DEMISSÃO DO SR° SANDRO LIMA”, como tenho uma 'memória razoavelmente boa’, imediatamente me recordei de alguns fatos ocorridos numa reunião do Conselho Deliberativo do Fluminense. A reunião ocorreu no dia 16 de julho de 2009, numa quinta-feira. Na ocasião se debatia exaustivamente sobre o triste episódio da “FARRA DOS INGRESSOS”.

Num determinado momento desta reunião, o conselheiro FERNANDO SIMONE (filiado ao grupo FLUSÓCIO) perguntou ao Superintendente Geral do Fluminense, sr° CARLOS HENRIQUE CORRÊA: “Quero esclarecer coisas que não ficaram claras. Os 25.000 (VINTE E CINCO MIL) ingressos ficaram na casa do conselheiro SANDRO (LIMA)??? E acabaram os 25.000 (VINTE E CINCO MIL) ingressos???”

E o sr° CARLOS HENRIQUE CORRÊA respondeu: “Foram 20.000 (VINTE MIL) ingressos para a casa do SANDRO (LIMA)”.

E logo em seguida, o conselheiro SANDRO LIMA fez uma das defesas mais entusiásticas, que já vi alguém fazer na vida, para “DEFENDER UM CORRELIGIONÁRIO POLÍTICO”. Ou seja, o presidente ROBERTO HORCADES. Aumentando o volume da voz e dando uma forte pancada no púlpito que servia de sustentação para o microfone, o conselheiro SANDRO LIMA, disse: “Há um ano todo mundo era amigo do HORCADES!!! Agora querem execrar o HORCADES e o CARLOS HENRIQUE CORRÊA??? Agora querem F... com o HORCADES???”

Realmente, existem coisas na política do Fluminense que...  NEM FREUD EXPLICA!!!


Saudações Tricolores

O lançamento do livro da TAÇA DE PRATA DE 1970

Esta é uma última chamada para que todos os tricolores, mulheres, homens, crianças, jovens, adultos, idosos, sem nenhum tipo de distinção ou exclusão, compareçam ao lançamento do livro “TAÇA DE PRATA DE 1970 – O CAMPEONATO BRASILEIRO MAIS DIFÍCIL DE TODOS OS TEMPOS, CONQUISTADO PELO FLUMINENSE”.

O livro, como já foi informado aqui no Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” é de autoria do grande tricolor ROBERTO SANDER.

O lançamento será realizado nesta “SEXTA-FEIRA, DIA 22 DE OUTUBRO, NA LIVRARIA DA TRAVESSA DO SHOPPING LEBLON, A PARTIR DAS 19:00 HS”. O Shopping Leblon fica na Avenida Afrânio de Mello Franco, n° 290 – Loja 205 – Leblon – Zona Sul do Rio de Janeiro.

Todos os tricolores serão bem-vindos. Os tricolores da GERAÇÃO DE OURO, PRATA, BRONZE... E por aí vai.

Compareçam!!!

E não se surpreendam se encontrarem por lá MARCO ANTONIO, LULA, SILVEIRA, dentre outros nomes que participaram daquela memorável conquista do nosso querido Fluminense Football Club.

Até lá!!!



Saudações Tricolores

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

"JOGAR A ÉTICA NO LIXO"

Deu na coluna DE PRIMA do jornal Lancenet de hoje dia 21/10, uma nota intitulada "PASSE" DE RODRIGO CAETANO VALORIZADO NO RIO, publicada às 13:22. Veja a nota na íntegra:

"Rodrigo Caetano recebeu oferta de R$ 500 mil de luvas e R$ 120 mil de salários para o cargo de gerente de futebol do Fluminense. Segundo um amigo de Caetano, isso está atrelado à vitória de Peter Siemsen nas eleições em novembro à presidência do clube. A Unimed nega o montante, enquanto o Vasco insiste na renovação do contrato com seu atual gerente de futebol".

Depois os vascaínos ficarão dizendo por aí, que o Fluminense está abusando do direito de "JOGAR A ÉTICA NO LIXO, ao ficar aliciando insistentemente seus jogadores. Só que agora sobrou também para os dirigentes vascaínos. Será que é desta forma que iremos construir um novo Fluminense???


Saudações Tricolores

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Peter faltou à reunião do Conselho Consultivo

Na noite de segunda-feira, dia 18 de outubro, foi realizada mais uma “REUNIÃO DO CONSELHO CONSULTIVO DO FLUMINENSE”. A reunião ocorreu no Salão Nobre do Fluminense. O Conselho Consultivo é um dos órgãos de apoio administrativo do Fluminense.

O Conselho Consultivo compõe-se de Membros Natos e Membros Temporários. São Membros Natos os ex-Presidentes do FLUMINENSE que tenham cumprido mais da metade da Legislatura; os ex-Presidentes do Conselho Deliberativo que tenham exercido seus mandatos durante 2 (dois) anos, pelo menos, os Grandes Beneméritos e os Grandes Beneméritos Atletas. São Membros Temporários, o Presidente do FLUMINENSE, o Vice-Presidente Geral, o Presidente e o Vice-Presidente do Conselho Deliberativo.

Esta reunião do Conselho Consultivo tinha como pauta, a indicação de uma benemerência e a apresentação dos projetos dos candidatos à presidência do Fluminense feita pelos próprios candidatos. A primeira parte, iniciada às 19:00 hs, foi dedicada a questão da benemerência. E a segunda parte da reunião, iniciada às 20:00 hs, foi dedicada para a apresentação dos projetos dos candidatos à presidência.

Todos os candidatos à presidência foram convidados. E os três teriam condições iguais na apresentação de seus projetos. Os candidatos Mauro Carneiro e Julio Bueno estiveram presentes. Mas, o Peter... “O PETER FALTOU À REUNIÃO”!!!

É uma pena! Pois, o Conselho Consultivo é um importante órgão de nosso Clube e tem como função o apoio administrativo do Fluminense. Portanto, o candidato Peter não deveria faltar a uma reunião de um órgão que visa apoiar a própria administração do Fluminense.

SE O PETER SIEMSEN É O CANDIDATO MAIS PREPARADO, COMO DIZEM “OS SEUS FIÉIS SEGUIDORES”, POR QUE ENTÃO NÃO COMPARECEU À REUNIÃO SE FOI CONVIDADO????? SERÁ QUE O CANDIDATO PETER SIEMSEN SÓ SE SENTE À VONTADE QUANDO ESTÁ ENTRE SEUS PARES??? E SEUS PROJETOS??? POR QUE NÃO FOI APRESENTAR SEUS PROJETOS JUNTO AO CONSELHO CONSULTIVO???

O candidato Peter Siemsen faltando uma reunião do Conselho Consultivo “DEMONSTRA TOTAL FALTA DE APREÇO POR UM IMPORTANTE ÓRGÃO DE NOSSO CLUBE”. E principalmente, uma reunião onde a expectativa maior de todos se dava exatamente na apresentação dos projetos dos candidatos. “PETER SIEMSEN FALTANDO ESTA REUNIÃO DÁ UMA PROVA INEQUÍVOCA DE DESPRESTÍGIO AO CONSELHO CONSULTIVO, SEUS MEMBROS, NATOS E TEMPORÁRIOS. E PETER SIEMSEN DESPRESTIGIA TAMBÉM A INSTITUIÇÃO FLUMINENSE FOOTBALL CLUB, SEUS SÓCIOS E TORCEDORES”.

Ser candidato à presidência do Fluminense implica uma série de situações que nem sempre são da preferência pessoal do candidato. Mas, tornar-se presidente de uma instituição centenária, gloriosa e de muita tradição como é o Fluminense, requer muito respeito à liturgia do cargo. E todo candidato deve saber muito bem disso. Mas, o candidato Peter Siemsen parece que não deve saber disso. E os assessores do candidato Peter Siemsen??? Onde estavam??? Seus assessores aconselharam o candidato Peter Siemsen a não comparecer????? Ou o candidato Peter Siemsen não escuta sua assessoria??? E os seus aliados??? Onde estavam seus aliados neste momento decisivo de definir o comparecimento ou não de uma importante reunião??? Seus aliados participam da elaboração da agenda do candidato???

“SE O CANDIDATO PETER SIEMSEN FALTA UMA REUNIÃO IMPORTANTE DO CONSELHO CONSULTIVO, EM PLENA CAMPANHA ELEITORAL, FALTANDO MENOS DE DOIS MESES PARA O PLEITO, QUE TEM COMO PAUTA A APRESENTAÇÃO DE SEUS PROJETOS, O QUE FARÁ, CASO SEJA ELEITO”????? Terá desprezo total pelo Conselho Consultivo??? O que deve ser mais importante para um candidato a presidente do Fluminense que falta uma reunião do Conselho Consultivo em plena campanha eleitoral????? “FALTAR A UMA REUNIÃO DO CONSELHO CONSULTIVO É POSTURA DE QUEM PRETENDE “SER LEVADO A SÉRIO” COMO CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DO FLUMINENSE”?????

O candidato Peter não esteve presente, mas seu candidato a Vice-Presidente, sim. O sr° RICARDO PEREIRA MARTINS, Grande Benemérito Atleta e “EX-VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES OLÍMPICOS DA GESTÃO ROBERTO HORCADES”, que é candidato a Vice-Presidente de Peter Siemsen, esteve presente na reunião. MAS, NÃO DEU UMA ÚNICA PALAVRA!!!

Entretanto, não é de se estranhar tal atitude do candidato Peter Siemsen faltando à reunião do Conselho Consultivo. Até porque, no domingo, dia 10/10/10, numa entrevista na Rádio Tamoio, “O CANDIDATO PETER SIEMSEN DISSE PARA QUE TODOS OS OUVINTES ESCUTASSEM, QUE... ‘É POLÍTICA DE BOTEQUIM’ A FORMA COMO SE FAZ POLÍTICA NO FLUMINENSE”.



Saudações Tricolores

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Madureira na Série C

O bairro de Madureira está em festa. “MADUREIRA SORRIU”! E com toda certeza, todo o Rio de Janeiro está sorrindo com a grande vitória do Madureira Esporte Clube neste sábado, dia 16/10, que garantiu o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro de futebol. O Madureira avançou à semifinal da Série D. Mas o principal já está conquistado.

O Madureira viveu um dia histórico na tarde deste sábado, dia 16/10. Jogando no estádio Aniceto Moscoso, em Conselheiro Galvão, o Madureira goleou o Operário-PR por 6 a 2, e garantiu uma das quatro vagas no Campeonato Brasileiro da Série C em 2011. A partida deste sábado, dia 16/10, entre Madureira e Operário-PR, teve uma renda de R$ 8.000,00. E um público de 700 pagantes.

O Madureira tinha vencido o Operário por 4 a 2 no Paraná. E por isso tinha boa vantagem na partida de volta, no Rio de Janeiro. O Madureira em sua campanha até aqui no campeonato, conseguiu sete vitórias, três empates e duas derrotas. O próximo confronto do Madureira, decidindo quem vai para grande final da Série D, será contra o América-AM.

A Série D, mesmo criada pela CBF, em 2009, com o São Raimundo-PA sagrando-se campeão, os clubes que estão na briga, em sua maioria sem patrocínio (o América-RJ, que já foi eliminado, tem “PATROCINADOR”) e com dificuldades financeiras, têm de custear do próprio bolso as viagens e hospedagens – fora os salários de jogadores e comissão técnica. Na Série C, pelo menos viagens e hospedagens são garantidas pela própria CBF.

Representante do Rio de Janeiro, o tradicional Madureira é um dos clubes que tem algumas dificuldades financeiras. Com uma folha salarial de R$ 100 mil, se mantém graças à formação e empréstimo de jogadores. No entanto, o presidente Elias Duba garante que se o acesso à Série C não viesse, em 2011, o Madureira estaria fora da Série D.

O presidente do Madureira, Elias Duba, não escondeu a sua alegria ao ver mais um sucesso da base e garantiu que sua equipe buscará o primeiro título nacional de sua história. Elias Duba, disse: “O time fez um trabalho excelente. Temos uma base formada. É com essa garotada que buscaremos o primeiro título nacional do Madureira. E para comandá-los, temos o nosso treinador Antonio Carlos Roy, que foi fundamental para tudo isso acontecer. Com essa vaga na Série C poderemos fazer um planejamento completo para 2011, pois saberemos todas as competições que disputaremos até o fim do ano”.

Enquanto isso, o América... É o nosso querido América, da nossa querida Tijuca, eliminado na Série D, jogou neste domingo, dia 17/10, contra o Friburguense, pela Copa Rio e venceu por 2 a 0. O segundo gol do América foi marcado por Alex Dias de Almeida, o “ALEX DIAS” campeão da Copa do Brasil pelo Fluminense, em 2007. A partida do América foi realizada no estádio Giulite Coutinho. A partida entre América e Friburguense teve uma renda de R$ 650,00 e um público de 79 pagantes.

Pelo visto, a “DUPLA DINÂMICA” que comanda atualmente o futebol do América, ‘não teve muita sorte’ na Série D. Fica pra próxima! Ao contrário do nosso querido Madureira, o “TRICOLOR SUBURBANO” que já está na Série C do ano que vem.

O América com a sua “DUPLA DINÃMICA” tem conquistado um espaço na mídia esportiva, bem superior ao do Madureira. Mas, agora com o sucesso do Madureira “dentro de campo” a situação é outra. E olhem que o Madureira não tem “PATROCINADOR” forte. Mas, nós tricolores sabemos muito bem o que é isso. Ter um “PATROCINADOR” forte (???) nunca significou vitórias e ‘conquistas’.



Saudações Tricolores

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ROBERTO SANDER E A TAÇA DE PRATA DE 1970

Roberto Sander


Todos os tricolores, mulheres, homens, crianças, jovens, adultos, idosos, todos de uma maneira geral, sem nenhum tipo de exclusão ou distinção, devem anotar em suas agendas uma “programação imperdível”. Esta programação imperdível será o lançamento do livro “TAÇA DE PRATA DE 1970 – O CAMPEONATO BRASILEIRO MAIS DIFÍCIL DE TODOS OS TEMPOS, CONQUISTADO PELO FLUMINENSE”. O lançamento será realizado no “DIA 22 DE OUTUBRO”, sexta-feira, na “LIVRARIA DA TRAVESSA DO SHOPPING LEBLON, A PARTIR DAS 19 HORAS”. O livro é mais uma das grandes obras do jornalista e escritor ROBERTO SANDER.

Formado pela PUC/RJ, ROBERTO SANDER é jornalista há 23 anos. Trabalhou no jornal O Globo, na TV Globo e no SporTV. Há seis anos se dedica à carreira de autor e editor. Em 2008, junto com o jornalista Paschoal Ambrósio Filho criou a “MÁQUINÁRIA EDITORA”. Entre seus maiores objetivos está o de valorizar autores nacionais e títulos com relevância histórica. Seu primeiro projeto – a Coleção Ídolos Imortais – está sendo um sucesso absoluto, tanto pelo aspecto de vendas como pelo reconhecimento do seu caráter informativo e educativo.

ROBERTO SANDER escreveu também os livros, SUL-AMERICANO DE 1919, que mostra a importância do “ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS” para o futebol brasileiro, e “OS DEZ MAIS DO FLUMINENSE”, que conta a trajetória dos maiores ícones tricolores. ROBERTO SANDER nunca escondeu ser um “tricolor de carteirinha”. E seu ídolo maior é NELSON RODRIGUES, “O PROFETA TRICOLOR”.

O mais novo livro de ROBERTO SANDER, sobre a conquista da “TAÇA DE PRATA DE 1970”, narra jogo a jogo, a memorável conquista do Campeonato Brasileiro da época pelo Fluminense. Foram 19 partidas em que o tricolor carioca enfrentou os maiores clubes do país em um momento mágico do nosso futebol. O Brasil havia acabado de conquistar o Tricampeonato Mundial do México e os grandes craques da seleção atuavam em nossos gramados, o que fez da competição, sem dúvida, uma das mais difíceis (senão a mais) de todos os tempos. Foi há 40 anos. Além das fichas de todos os jogos do time, o livro tem a ilustração de 52 fotos históricas. O livro tem 128 páginas. E preço de R$ 28,00. E ROBERTO SANDER concedeu uma pequena entrevista para o Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”. E todos os tricolores podem ir se preparando, pois vem “coisa boa” por aí.


Blog “CIDADÃO FLUMINENSE: Como se deu a sua relação com o Fluminense?

ROBERTO SANDER: Paixão acontece sem que a gente possa explicar. Sequer lembro quando a que tenho pelo Flu surgiu. Mas sei que, pelo menos, desde os meus 7 ou 8 anos já era tricolor. Essa escolha também é um mistério para mim. Não tive qualquer influência familiar e, levando-se em conta o período em que me decidi, o mais lógico seria se eu optasse por ser Botafogo, clube que vivia uma época áurea com aquele timaço bicampeão carioca em 67-68 em que despontavam Gérson, Jairzinho e Paulo César, entre outros. Acho que a minha escolha talvez tenha alguma relação com as cores do clube. Lembro que uma das coisas que mais me fascinavam quando ia ao Maracanã, ainda bem garoto - levado pelo meu pai, que não torcia por time algum, mas que, por eu ser Fluminense, acho que acabava também curtindo as vitória do time -, era observar a festa da torcida, com as coloridas bandeiras tricolores sendo desfraldadas. Era um negócio diferente. Sentia um inexplicável orgulho de ser um daqueles torcedores.

Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”: Como surgiu a idéia de fazer um livro sobre os 40 anos da conquista da Taça de Prata pelo Fluminense?

ROBERTO SANDER: Esse campeonato de 70 tem um simbolismo muito forte pra mim. Futebol era a minha vida naquela época. Tinha 12 anos e torcia como nunca mais torci, o que é natural para um garoto nessa idade. Além disso, aquele time era especial, o grande time de guerreiros da história do Fluminense. Os caras jogavam com uma raça e uma vibração inigualáveis. Nem o time de 83-84-85 era tão forte nesse sentido. Além disso, tinham jogadores que ficaram marcados na minha memória afetiva. Craques como Denilson, Samarone, Flávio e Lula eram de uma eficiência e regularidade absurdas. Sabe lá o que é disputar um campeonato contra o Santos de Pelé, o São Paulo de Gérson, o Corinthians de Rivelino, o Botafogo de Jairzinho, o Cruzeiro de Tostão e o Palmeiras de Ademir da Guia? Era uma Super Primeira Divisão e não essa Terceira ou Quarta que hoje é o nosso Campeonato Brasileiro. Nesse contexto, o Fluminense derrotou duas vezes o Palmeiras e também o Cruzeiro, as duas equipes dessas grandes que se exibiam em melhor forma. Enfim, estava querendo lançar esse livro há muito tempo. Estava só esperando a data redonda dos 40 anos para reviver essa epopéia do Flu. É uma forma de homenagear os ídolos de toda uma geração de tricolores.

Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”: Destaque alguns aspectos importantes e momentos marcantes desta conquista?

ROBERTO SANDER: O mais importante dessa conquista a gente só percebe quando situamos o momento que vivia o futebol brasileiro. A nossa seleção tinha acabado de levantar a taça Jules Rimet, o que representou o tricampeonato mundial e a hegemonia do futebol mundial. Era um instante mágico do nosso futebol. Pelos nossos gramados desfilavam todos os heróis do Tri no auge das suas carreiras. Daí eu afirmar no subtítulo do livro que este foi o Campeonato Brasileiro mais difícil de todos os tempos. Isso não é uma bravata de torcedor. Desafio a qualquer um apontar um outro Brasileiro que tenha reunido tantos craques em tão boa forma. Simplesmente não ocorreu, pois logo Pelé deixaria o futebol e Tostão, no ano seguinte, já não estava em tão boa forma, sem contar com todos os outros gênios que citei acima. Quanto ao momento mais marcante, destaco a vitória do Flu por 3 a 0 (três gols de Flávio), em São Paulo, sobre a Academia do Palmeiras, liderada pelo maravilhoso Ademir da Guia. Sem dúvida, essa foi uma das melhores atuações de um time do Fluminense em toda a história. Ali aquela equipe mostrou que era especial, pois o Palmeiras era o atual campeão da Taça de Prata, liderava o seu grupo e estava invicto há 17 jogos. Se tratava de uma equipe extremamente bem entrosada e que levava pouquíssimos gols.

Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”: Que jogadores deste time, você destacaria como ídolos tricolores? Você teve algum ídolo entre eles?

ROBERTO SANDER: Meu grande ídolo era o Denilson. Tinha uma enorme admiração pelo futebol dele. Lembro até hoje com muita clareza o modo como dominava o meio-campo. Tinha muita classe, jogava com a cabeça erguida e possuía uma enorme capacidade de tomar a bola dos adversários. Era fã também, como disse acima, do Samarone, um mestre na arte de passar bem; do Flávio, um monstro dentro da área; e do Lula, um ponta artilheiro com uma canhota que era uma "bomba" de tão forte. Porém, aquele time todo era muito sólido. Félix dispensa comentários, era o melhor do Brasil, titular da seleção. Oliveira e Marco Antônio - este craque de seleção - eram laterais, tanto defensivamente como ofensivamente, bastante eficientes. Galhardo e Assis eram zagueiros que se completavam, o primeiro mais técnico e o segundo mais viril - eram uma barreira às vezes intransponível. Didi era um camisa oito com certas limitações técnicas, mas que compensava isso com um futebol de muita raça - jogava com uma intensidade e regularidade impressionantes. Já Cafuringa era o showman. Seus dribles desconcertantes chegavam a lembrar os de Garrincha - normalmente desmoralizavam o adversário. Quanta saudade!!!

Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”: Recentemente, ocorreu na sede das Laranjeiras uma festa para celebrar os 40 anos da conquista da Taça de Prata com a presença de vários ex-jogadores. Você manteve algum contato com estes ex-jogadores?

ROBERTO SANDER: Sim, com vários deles. Conversei especialmente com o Samarone e o Lula. O Samara é uma simpatia. Parece que está muito bem, trabalha com engenharia. Foi um papo ótimo. Ele é muito inteligente e bem articulado. Já o Lula me contou que estava há 17 anos trabalhando no Oriente Médio. Me passou também ótima impressão. Fiz fotos de todos que estavam lá e estou usando-as no fim do livro. Acho que ficou bem bacana. Foi uma tremenda sorte essa coincidência. Acho que o leitor vai gostar também de ver como estão os ídolos hoje em dia, já que utilizo 52 fotos históricas da campanha do título.

Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”: Há seis anos você se dedica à carreira de autor e editor. Como você avalia a relação do povo brasileiro com o seu passado, com a sua História? E que contribuição o futebol pode oferecer a este respeito?

ROBERTO SANDER: Se formos analisar a relação dos brasileiros com seu passado, vamos começar a chorar aqui (rsrsrsr). Mas é sério. Infelizmente a maior parte da população não tem a menor noção da nossa história e muito menos da história do nosso futebol. O número de torcedores que consomem literatura esportiva é irrisório. A galera quer saber do "aqui e agora" e se esquece que o "aqui e agora" é fruto de uma sucessão de episódios que começou lá trás. Mas num país em que a educação sempre foi um luxo para poucos isso não poderia ser diferente. O que procuro fazer como autor e editor é dar a minha contribuição para mudar esse quadro. É pouco, mas, pelo menos, tento fazer a minha parte.


CAPA DO LIVRO - Clique para ampliar





“NÃO PERCAM O LANÇAMENTO DO LIVRO”!




Saudações Tricolores

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Julio Bueno e CBV apresentam Projeto Olímpico - FLU 2016

Amanhã, dia 14 de outubro, quinta-feira, ocorrerá um encontro no Salão Nobre do Fluminense para apresentar o Projeto Olímpico – FLU 2016. O evento é organizado pelo candidato à presidência do Fluminense Julio Bueno e sua chapa. O encontro se realizará às 19:30 hs. O projeto foi elaborado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). O projeto mostrará propostas que visam desenvolver os esportes olímpicos tricolores no Rio de Janeiro. A apresentação do projeto será feita pelos superintendentes da CBV, Fábio Azevedo e José Fardim. O Projeto Olímpico – FLU 2016 é resultado do apoio do presidente da CBV, sr° Ary Graça Filho, ao candidato Julio Bueno.

Sobre o lançamento do projeto, Julio Bueno disse: “É uma ótima oportunidade para debater as propostas para transformação dessa importante área, que já rendeu um dos maiores títulos da história do clube, a Taça Olímpica, mas que hoje carece de grande atenção. É fundamental aproveitar as oportunidades que serão geradas pelos Jogos Olímpicos de 2016 e a grande agenda esportiva que este evento alavancará para o Rio de Janeiro nos próximos anos. Não podemos esperar. O nosso legado olímpico deve começar a ser construído já”.



Saudações Tricolores

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

POLÍTICA DE BOTEQUIM???

Neste domingo, dia 10/10/10, o brilhante advogado Peter Siemsen esteve na Rádio Tamoio para um debate sobre suas propostas de campanha. Peter falava sobre isso, aquilo e aquilo outro. Mas num determinado momento, talvez levado pela “EMPOLGAÇÃO”, Peter citou a seguinte ‘pérola’: “É POLÍTICA DE BOTEQUIM”!!! Peter disse que “POLÍTICA DE BOTEQUIM” era a forma como se faz política no Fluminense.

Bem, o Peter tem todo o direito de expressar suas opiniões, até porque “ESTAMOS NUMA DEMOCRACIA”. E é muito bom que ele comece a falar, só assim poderemos ver como ele realmente pensa e não apenas através de um blog.

Sabemos que a política do Fluminense possui as suas imperfeições, os seus problemas, em alguns momentos ocorrem situações de fisiologismo... Mas daí a chamarmos de “POLÍTICA DE BOTEQUIM”, possui uma grande diferença. Creio que o candidato poderia ‘controlar seus ímpetos’. O Peter com isso demonstra “pouca paciência” para tratar com problemas que terá de lidar, caso seja eleito.

Mas seguindo a linha de raciocínio do Peter... Quem faz “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense????? Será que o candidato Peter Siemsen fez “POLÍTICA DE BOTEQUIM” quando foi Vice-Presidente Jurídico na gestão David Fischel??? Será que os membros do Conselho Deliberativo do Fluminense fazem "POLÍTICA DE BOTEQUIM"??? Será que os valorosos integrantes do grupo “IDEAL TRICOLOR” estão entre os que fazem “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? Será que o Prof° Ivan Proença, Ivan Proença Filho e Rogério Do Val fazem “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? Será que os membros do grupo "PAVILHÃO TRICOLOR" fazem "POLÍTICA DE BOTEQUIM" no Fluminense??? Será que os membros do grupo "TRICOLOR DE CORAÇÃO" fazem "POLÍTICA DE BOTEQUIM" no Fluminense???

Será que o ex-Vice-Presidente dos Esportes Olímpicos da gestão Roberto Horcades, sr° Ricardo Pereira Martins, que comanda os Esportes Olímpicos por cerca de dez anos, faz “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? Será que o atual Vice-Presidente Social da gestão Roberto Horcades, sr° Roberto Ferreira Guimarães, faz "POLÍTICA DE BOTEQUIM" no Fluminense??? Será que o atual Vice-Presidente de Esportes Olímpicos, sr° Sandro Lima, faz "POLÍTICA DE BOTEQUIM" no Fluminense??? Será que o ex-presidente e Grande Benemérito Atleta, Dr° Sylvio Kelly dos Santos, faz “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? Será que o ex-presidente Angelo Chaves faz “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense???

Será que os sócios “EXPERIENTES” e “TRADICIONAIS” do grupo “DEMOCRACIA TRICOLOR”, alguns com cerca de 30, 50 anos de Clube, fazem “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? Será que alguns respeitáveis “Beneméritos” do grupo “DEMOCRACIA TRICOLOR”, como Argeu Affonso, Arthur da Rocha Nogueira, Antonio da Costa Carapito e Hamilton Iague, fazem “POLÍTICA DE BOTEQUIM” no Fluminense??? E qual será a ‘BIRITA’ que ‘SE VENDE’ neste “BOTEQUIM”????? Será ‘WHISKY’??? E quem será “O GARÇON DO BOTEQUIM” a partir de 2011 no Fluminense??? Só espero que ninguém reclame de "RESSACA" no ano que vem!



Saudações Tricolores

"O CRETINO FUNDAMENTAL"

No dia 8 de outubro, foi publicado no blog do “maior grupo de oposição” do Fluminense um texto interessante. O texto é do grande tricolor Edu Rocha, membro da Flusócio, “o maior grupo de oposição” do Fluminense. O título do texto é “A GERAÇÃO DE OURO”

O texto descreve “as gerações mais novas e fala da criançada de trinta e poucos anos, que infelizmente, viveram títulos escassos e a inimaginável humilhação dos rebaixamentos”. Não creio que qualquer tipo de generalização seja um caminho muito bom. No texto, o autor afirma convictamente: “A nova geração está ensinando aos mais antigos o que é torcer pelo Fluminense. O que é SER FLUMINENSE”. O autor, ainda garante, sem exagero (???), “que eles AMAM nosso clube mais do que nós”. Mas, segundo o autor, e possivelmente pelo próprio grupo, já que o texto foi publicado em caráter oficial no blog, “A FRASE ‘O FLUMINENSE SOMOS TODOS NÓS’ PERDEU ‘MAIS UMA VEZ’ O SENTIDO”. E sobre, “ele AMAM nosso clube mais do que nós”, vou mais além... Com todo respeito, “ISTO É RIDÍCULO’!!!

O texto foi escrito e publicado após a partida Fluminense 0 x 3 Santos. Durante os momentos finais da partida, uma parte da torcida tricolor, indignada com a atuação de nosso time e com a derrota acachapante, começou a gritar “Vergonha, time sem vergonha”. E outra parte da torcida, tentando neutralizar os cantos de revolta, começou a gritar “Time de Guerreiros” e “Seremos Campeões”. Eu, como de hábito estava no setor Leste Superior das arquibancadas do Estádio Olímpico João Havelange ao lado da torcida do Fluminense que "canta e apóia durante os 90 minutos".

Também acho que incentivar a garotada é sempre bom. Tanto acho isso que me tornei um professor. Trabalhar com jovens, compreender seus códigos de comunicação, estabelecer relações sem estratificações hierárquicas com eles, é imprescindível no processo de transferência das tradições culturais de nossa sociedade. Formular questionamentos, contestações, reflexões, sem nenhuma verdade absoluta, dogmática ou doutrinária, é contribuir para a inteligência alheia. E principalmente dos mais jovens. É sempre preocupante quando observamos pessoas ou grupos políticos exaltando qualquer ‘geração de luta armada’ ou qualquer tipo de ‘guerreiro fundamentalista’. Com quais interesses??? O da segregação??? O da exclusão??? O de se conquistar algum tipo de poder??? É bastante comum que, em todo “PROCESSO DOUTRINÁRIO” utilize-se alguma forma de “LAVAGEM CEREBRAL”. A lavagem cerebral é atualmente um elemento forte na cultura popular globalizada e muitas vezes é retratada como uma ‘teoria conspiratória’.

O autor do texto continua dizendo que, “eles são mais FLU e mais NENSE do que eu ou você”, referindo-se aos tricolores “coroas” como ele. E o autor ainda diz que, “estamos na primeirona esse ano graças a eles”. Ou será que foi pelo “bicho” que foi pago aos jogadores pela empresa patrocinadora do futebol profissional do Fluminense?????

O autor levanta a tese em seu texto, que os tricolores das ‘novas gerações’ seriam mais tricolores do que os que estão na faixa etária dos “entas” (40, 50, 60, 70, 80...). Não creio que algum tipo de “classificação etária” seja um elemento fidedigno para se determinar “quem é mais alguma coisa” do que os outros. E também não acredito nesta coisa de que “uns são mais tricolores que os outros”. “SER FLUMINENSE É UM SENTIMENTO”! E sentimento é algo muito subjetivo para alguém determinar, quem é mais do que os outros. Quem torce mais ou quem torce menos. Cada um reage aos seus sentimentos de maneira diferente.

Discordo totalmente da idéia de que as pessoas das “novas gerações” sejam mais tricolores que os outros que viveram o período glorioso e vencedor de nosso Clube. Não existe isso! Afinal, os tricolores que viveram o período glorioso do Fluminense também viveram as crises dos rebaixamentos e a escassez de títulos. E também foram gozados por seus colegas. Talvez, não da escola, mas do trabalho ou da vizinhança. Se fosse por aí (seguindo esta ‘tese pueril’), estes tricolores sim, que viveram os momentos vencedores do Fluminense, teriam mais motivos para sofrerem. Pois, viram épocas de vários títulos, viram um Fluminense poderoso e respeitado, com times que tinham super craques. E tiveram que suportar as constantes humilhações e a falta de títulos dos anos 1990 para cá.

Não vejo tal tipo de pensamento entre os torcedores do Botafogo Futebol e Regatas. Este tipo de pensamento em que estratifica os torcedores, como os que AMAM MAIS O CLUBE do que os outros, por uma simples “classificação etária”. Não vejo entre os jovens alvinegros, uma tentativa de “exaltarem em heróis da resistência” ou denominarem como “geração de ouro” os quarentões torcedores do Botafogo que “VIVERAM 21 ANOS SEM TÍTULO ALGUM”. Até porque, os tais “heróis da resistência tricolor” (os que têm entre 18 e 30 anos) perto dos quarentões botafoguenses que “VIVERAM 21 ANOS SEM TÍTULO ALGUM”, são ‘uns felizardos’.

Admiro muito o movimento desta garotada, mas não me sinto nem um pouco menos tricolor do que eles. Admiro tanto, que por isso estou sempre com eles nas arquibancadas procurando participar de tudo como sempre. Acredito que todas as fases da vida podem ser fecundas e criativas. No que o homem é criador e fecundo, ele é jovem, independente da idade cronológica que tenha.

Mas, o autor do texto ainda disse que, “são eles que cumprirão as Profecias de São Nelson e garantirão a nossa Eternidade Triunfal. Realmente, através de seu pensamento e sua obra “NELSON RODRIGUES É ETERNO”. E considero que “NELSON RODRIGUES É O TORCEDOR MAIS EMBLEMÁTICO DO FLUMINENSE”. E Nelson Rodrigues dizia que, “A ALMA É IMORTAL”. Nelson Rodrigues era de um destemor nas suas idéias, nunca temeu dizer, nunca se omitiu.

E o grande Nelson, na qualidade de “gênio” criou inúmeras expressões e personagens. E um deles é “O CRETINO FUNDAMENTAL”. Foi Nelson Rodrigues quem descobriu “O CRETINO FUNDAMENTAL”. E Nelson confessava que, por incrível que pareça, também já tinha sido um “CRETINO FUNDAMENTAL”. Nelson dizia que: “Eu era de uma ‘IGNORÂNCIA ENCICLOPÉDICA’ quando era um ‘CRETINO FUNDAMENTAL”.

Nelson Rodrigues dizia: “Ponha ‘O CRETINO FUNDAMENTAL’ em cima de uma lata de querosene e você manda ele falar, ele dá um berro e imediatamente, milhares de ‘CRETINOS FUNDAMENTAIS’ se organizam, se arregimentam e se aglutinam. Qual é o maior acontecimento do século XX? É a rebelião dos ‘CRETINOS FUNDAMENTAIS’! Antes, ‘O CRETINO FUNDAMENTAL’ raspava a parede da sua humildade e na consciência da sua inépcia. Mas, agora conseguiram finalmente pela superioridade numérica. Porque para um gênio, você tem um milhão de imbecis. ‘O CRETINO FUNDAMENTAL’ é aquele que tenta deturpar o óbvio ululante. Nenhum ‘CRETINO FUNDAMENTAL’ vê o óbvio ululante”.

O autor do texto “Geração de Ouro” diz que, “o Fluminense pertence mais a eles do que nós, com raras e honrosas exceções”. E Nelson Rodrigues também dizia algo parecido. Nelson dizia: “É verdade, tem algumas exceções entre os ‘CRETINOS FUNDAMENTAIS”. Querem saber quem é “O CRETINO FUNDAMENTAL”??? Perguntem a São Nelson, o “Profeta Tricolor”.



Saudações Tricolores

domingo, 10 de outubro de 2010

Pedro Bial vem aí!

Alberto Bial, Assis e Pedro Bial

No jornal “O Globo” da última quarta-feira, dia 06/09, no caderno de esportes, na página 3, uma pequena nota, nos trazia uma grande notícia. A nota dizia: “PEDRO BIAL ESTREIA COMO COLUNISTA NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA”.

Pedro Bial dispensa maiores apresentações. Jornalista, escritor, apresentador de TV, Bial é aquele tipo do cara que ‘joga nas onze’. E como não poderia deixar de relatar, o que muitos já sabem, “PEDRO BIAL É UM GRANDE TRICOLOR”. Pedro Bial e toda a sua família possuem uma bela história de vida e profunda ligação com o nosso querido Fluminense. Antes de Pedro Bial tornar-se a personalidade que é atualmente, ele era o ‘Bialzinho – o menino criado nas Laranjeiras’, como bem descreveu o tricolor Heitor D’Alincourt.

Pedro Bial nasceu no dia 29 de março de 1958. Mas, para sua tristeza (e de todo Brasil), na segunda-feira, dia 29 de março de 2010, o jornalista Armando Nogueira faleceu. Armando Nogueira foi um grande jornalista e cronista esportivo dono de um estilo original e elegante. Armando Nogueira extravasava sua veia poética para demonstrar sua admiração pelo esporte e por seus ídolos.

Pedro Bial, que teve Armando Nogueira como seu primeiro chefe, disse que foi como se tivesse perdido um pai. Nesta mesma noite de segunda-feira, dia 29 de março de 2010, Pedro Bial que é o apresentador do ‘Big Brother Brasil’, apareceu no programa de TV vestido com a camisa do Botafogo em homenagem a Armando Nogueira. Pedro Bial disse emocionado que, a estrela do jornalista brilhará no céu e que o Brasil ficou mais solitário. Muitos podem não saber, mas Pedro Bial na década de 1980 formou um grupo de recitais. E atualmente, Pedro Bial ainda possui forte ligação com a poesia.

Mas, não demorou muito para alguns ‘trogloditas fundamentalistas’ tricolores, despejarem seu rancor contra a atitude de Pedro Bial. Os ‘trogloditas fundamentalistas’ tricolores ousavam ‘ditar regras’ e 'normas comportamentais' sobre a homenagem de Pedro Bial. Na realidade com seu gesto em homenagem ao grande Armando Nogueira, Pedro Bial deu uma enorme contribuição à causa da “PAZ NO ESPORTE”. Pois, o programa de TV que é apresentado por Pedro Bial possui um forte apelo popular e enorme audiência.

E como diria ‘outro poeta’, amigo do Pedro Bial... “VAMOS PEDIR PIEDADE, PRA ESSA GENTE CARETA E COVARDE”. Valeu Bial! Valeu por tudo e pelo gesto em homenagem ao Armando Nogueira. Estamos todos aguardando ansiosamente as suas crônicas. E pode extravasar também ‘a sua veia poética’.


Saudações Tricolores

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Doutor Fred

Sobre o centroavante e ‘blogueiro’ Fred não precisamos dizer mais nada. O jornalista Fernando Calazans já disse tudo em sua coluna do jornal do “O Globo”, nesta sexta-feira, dia 08/10. Vamos ao trecho em que Fernando Calazans menciona o “DOUTOR FRED”:

Nunca pude imaginar que o Fred entendesse tanto assim de medicina. Sempre julguei que ele fosse melhor como jogador e como artilheiro. Mas, de um bom tempo pra cá, Fred tem aparecido e sobressaído no Fluminense muito mais pelos diagnósticos médicos que faz do que pelos gols e pela presença no campo. Já tirou um médico do clube por discordar do tratamento prescrito.

Afinal, não era o procedimento que ele, Fred, tinha planejado para sua cura. Agora, pelo twitter, apresenta ao público outro diagnóstico particular para a contusão da perna, diferente daquele apresentado pelo novo médico das Laranjeiras, que ficou exatamente no lugar do primeiro, contestado pelo doutor... quer dizer... pelo artilheiro Fred.

Há, em toda essa longa batalha que o jogador trava com a Medicina, uma circunstância encantadoramente irônica. O presidente do clube é um médico, o Doutor Roberto Horcades. O presidente do poderoso patrocinador do clube também é médico, o Doutor Celso de Barros. Agora vocês imaginem só em que lugar, em que clube, em que departamento, Fred foi escolher para exercitar seus conhecimentos científicos.

Permanece, então, essa dúvida que atormenta o técnico, os companheiros de time e toda a torcida tricolor: Fred voltará logo a jogar, como ele próprio anunciou, ou ainda não tem tempo estimado de recuperação, como sugere o Doutor Douglas Santos? O que se sabe por enquanto é que, apesar de toda a sua experiência na matéria, Fred infelizmente não tem sido vencedor no seu duelo com as contusões.

Seja qual for o novo período de ausência do atacante, todos no Fluminense – torcedores, companheiros de time, técnico – voltam a contar mais do que nunca com os gols de Washington, que, segundo comentários nas Laranjeiras, tem uma única vantagem sobre Fred: não entende nada de medicina. Quem sabe por isso mesmo tem estado muito mais presente aos jogos.

Julio Bueno anuncia projeto social

No próximo sábado, dia 9 de outubro, o candidato Julio Bueno assinará um protocolo de intenções com a Associação de Moradores e Amigos da Rua Cardoso Júnior e Adjacências (Alto Laranjeiras). O evento ocorrerá às 13h, na quadra do ‘Cardosão’. Caso seja eleito presidente do Fluminense, Julio Bueno realizará um trabalho sócio-esportivo para crianças e adolescentes da região vizinha à quadra do Cardosão, que é vizinha do terreno do nosso Clube. O acordo prevê a criação de escolinhas esportivas.

Julio Bueno afirma que a celebração do acordo para a realização do projeto junto à associação de moradores que administra o Cardosão faz parte do seu compromisso em realizar uma gestão socialmente responsável. Julio Bueno disse: “Nosso planejamento estratégico prevê uma série de ações voltadas à valorização do papel social do clube. E temos que começar este trabalho por Laranjeiras, junto às comunidades vizinhas. Além disso, esta parceria faz parte de nosso compromisso em investir no incentivo à formação de jovens talentos, dentro do nosso projeto para reestruturação dos esportes olímpicos”.

Está previsto no projeto a criação de escolinhas de basquete, handebol, vôlei, futsal e patinação artística, direcionadas para crianças e adolescentes que moram nas ruas Cardoso Júnior, General Glicério, Estelita Lins, Belisário Távora e outras ruas vizinhas. Pelo acordo, a associação entrará com o espaço físico e o Fluminense ficará responsável por ceder professores e material esportivo.

Gustavo Dias, presidente da associação de moradores calcula que cerca de 300 crianças e adolescentes da região deverão ser beneficiados. Gustavo Dias disse: “Esta parceria é perfeita. Hoje a nossa quadra é pouco aproveitada e não temos recursos para realizar essas atividades, enquanto nossas crianças e adolescentes não têm um espaço adequado para praticar esportes na região. A idéia é muito bacana, principalmente com a proximidade das Olimpíadas de 2016, já que podemos ajudar a desenvolver novos talentos olímpicos”.



Saudações Tricolores

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sensacional esta denúncia!

No dia 1° de outubro, o blog da Flusócio, “o maior grupo de oposição” do Fluminense, publicou um texto muito interessante. O texto é intitulado, “MAIS UM RETRATO FIEL DO ABANDONO”. No texto aparece uma “FOTO” do atual estado da sala de reunião do Conselho Diretor do Fluminense, localizada no segundo andar da sede, anexa ao Salão Nobre. E na “FOTO” encontram-se muitas cadeiras e mesas empilhadas ocupando totalmente o espaço físico da sala de reunião do Conselho Diretor. Ou seja, uma bagunça completa, total prova de desleixo.

Em seu texto os Flusócios alertam que, na sala em que a diretoria deveria estar se reunindo e tomando decisões importantes, hoje é utilizada como um mero depósito de mesas e cadeiras do concessionário do restaurante do Fluminense. Os Flusócios reclamam que na referida sala não existe nenhuma decoração alusiva ao passado glorioso da instituição, nenhum móvel para arquivo de documentos, muito menos computador ou datashow.

Os Flusócios dizem que se o espaço estivesse funcional, poderia ser usado não apenas para reuniões de diretoria, mas também para recepção de profissionais de imprensa em pequenas entrevistas coletivas, encontros com representantes de atletas para acertos de contratos ou mesmo para reuniões com diretores de outras entidades. Na visão da Flusócio, ter boas salas da presidência e para reuniões de diretoria executiva são uma necessidade institucional, não apenas um mero capricho.

E como não poderia ser diferente, o texto “MAIS UM RETRATO FIEL DO ABANDONO” recebeu muitos comentários críticos e indignados. E mostraremos aqui alguns destes:

Comentário 1: Realmente eu não entendo como as pessoas que “administram” um clube como o Fluminense deixam a sede neste estado.

Comentário 2: Sensacional esta denuncia. Necessidade e capricho também!!!

                      Gostei muito desta postura do post.

                      Nossa maravilhosa e tombada sede está entregue a porcos desorganizados com gosto mais que duvidoso e seus ternos nojentos e desalinhados.

Comentário 3: É Peter...


                      O trabalho será grande e em várias frentes!!!

Comentário 4: É preciso acabar com o amadorismo no Fluminense Football Club.

Comentário 5: Eu também não entendo, acho um absurdo isso, como podem não ter o menor capricho, será que eles têm todo esse comprometimento com seus bens pessoais?

Comentário 6: O que dizer sobre este post? Uma imagem vale mais que mil palavras, né?

Comentário 7: FLUSÒCIO parabéns pelo POST.

Comentário 8: Meu Deus, sinceramente, isso é uma vergonha mesmo!

Comentário 9: Lamentável...

Comentário 10: Lamentável isso, realmente caro Peter o trabalho é árduo...

Comentário 11: Engraçado como nem me senti surpreso.

Comentário 12: É impressionante, essa foto diz muita coisa, como pode a sala do Conselho Diretor do Fluminense servir de depósito para as cadeiras do restaurante? A mensagem que se passa é extremamente negativa.

Comentário 13: Vcs sabiam que há aulas de capoeira no salão nobre? Alguém pode conceber que haja prática desportiva no salão nobre? Aquele mesmo salão dos vitraus franceses (ex-franceses), com atabaques e birimbaus é palco de aulas de capoeira...

Comentário 14: Lamentável!

Comentário 15: Vergonha. Só isso que tenho a dizer.

Comentário 16: Isso é um esculacho!

Comentário 17: Absurdo essa foto!



Porém... Na vida como na política, sempre é tempo para ‘alguns poréns’ e muitas reflexões. Creio que a brilhante equipe do blog da Flusócio formada por 15 pessoas, se esqueceu de uma pequena informação... “A SALA DE REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR, COMO O SALÃO NOBRE DO FLUMINENSE, SÃO DE ‘RESPONSABILIDADE’ DA VICE-PRESIDÊNCIA SOCIAL. E como (quase) todos sabem “O ATUAL VICE-PRESIDENTE SOCIAL DO FLUMINENSE DA GESTÃO ROBERTO HORCADES” é o sr° “ROBERTO FERREIRA GUIMARÃES”.

Porém... Creio que a brilhante equipe do blog da Flusócio formada por 15 pessoas, se esqueceu de OUTRA PEQUENA INFORMAÇÃO... “O ATUAL VICE-PRESIDENTE SOCIAL DA GESTÃO ROBERTO HORCADES, O SR° ROBERTO FERREIRA GUIMARÃES, É UM DOS GRANDES ENTUSIASTAS E CABO ELEITORAL FERVOROSO DO CANDIDATO PETER SIEMSEN”.

O QUE O CANDIDATO PETER SIEMSEN TERÁ A DIZER SOBRE O ‘RETRATO FIEL DO ABANDONO’ DA SALA DO CONSELHO DIRETOR DO FLUMINENSE, DE RESPONSABILIDADE DE SEU ‘CAMARADA COMPANHEIRO’, SR° ROBERTO FERREIRA GUIMARÃES????? Será um modelo do "Novo Fluminense"?????

Portanto, estamos diante de um caso clássico, daquilo que se costuma chamar em política de, “FOGO AMIGO”. Bem, é possível que a intenção não seja provocar o “FOGO AMIGO”. E sim, “DETONAR O NOVO AMIGO”. Até porque, deve ser muito difícil para alguns ‘seguidores do Peter’, ter que “ENGOLIR SAPO” e disputar espaço na chapa para o Conselho Deliberativo com vários membros da gestão Roberto Horcades ao seu lado. Está é a atual ‘situação’ da ‘oposição’!!! Ou será a ‘oposição’ da ‘situação’??? Será que nesta ‘situação’ ainda tem ‘oposição’??? Que oposição ‘bem situada’, hein??? “SENSACIONAL ESTA DENÚNCIA”!!!



Saudações Triclores