quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Conselho Consultivo recomenda pela não realização da Assembleia Geral

O Conselho Consultivo do Fluminense Football Club reuniu-se nesta quarta-feira, dia 7 de novembro. O Conselho Consultivo reuniu-se para discutir sobre a questão da Assembleia Geral referente ao Sócio-Futebol. O Conselho Consultivo compõe-se de Membros Natos e Membros Temporários.
São Membros Natos os ex-Presidentes do FLUMINENSE que tenham cumprido mais da metade da Legislatura; os ex-Presidentes do Conselho Deliberativo que tenham exercido seus mandatos durante 2 (dois) anos, pelo menos, os Grandes Beneméritos e os Grandes Beneméritos-Atletas. São Membros Temporários, o Presidente do FLUMINENSE, o Vice-Presidente Geral, o Presidente e o Vice-Presidente do Conselho Deliberativo.
A reunião foi realizada no auditório dos esportes olímpicos e iniciou-se por volta às 19 horas. Porém, o presidente Peter Siemsen chegou atrasado para a reunião. O presidente Peter Siemsen chegou quando já se aproximava quase das 20 horas. Peter Siemsen chegou acompanhado do Vice-Presidente do Conselho Deliberativo Rogério Félix e do conselheiro Alexandre Vasconcellos (integrante do grupo político Flusócio).
O conselheiro Alexandre Vasconcellos não tinha competência para participar da reunião do Conselho Consultivo. Alexandre Vasconcellos não é Membro Nato, nem Membro Temporário do Conselho Consultivo. Alexandre Vasconcellos ao participar da reunião do Conselho Consultivo "COMETEU UM ERRO ”, pois “DESRESPEITOU O ESTATUTO DO FLUMINENSE”. Não era para Alexandre Vasconcellos estar presente na reunião do Conselho Consultivo. O Estatuto do Fluminense não lhe permite a presença neste tipo de reunião.
Na condição de pessoa correta que é e ‘conselheiro’ do Fluminense, Alexandre Vasconcellos deveria saber (ou sabe) que só podem participar das reuniões do Conselho Consultivo os seus Membros Natos ou Temporários. Do contrário, fica parecendo que estamos num ‘Clube de Amigos’ ou num ‘Clube de Bairro’.
Quando o presidente Peter Siemsen chegou à reunião José Pereira Antelo começou a falar. E Peter ficou nervoso. E disse que iria embora, pois ele achava que estava sendo acusado. Peter levantou-se da cadeira para ir embora. Mas pediram para ele ficar. E ele ficou. Alguns conselheiros tentavam fazer perguntas ao presidente Peter. Mas Peter tentava não deixar ninguém falar. Peter ao invés de dar respostas, procurava dizer coisas sobre a gestão e não respondia nada.
Num certo momento, Peter disse sobre o Fluminense: “Isso aqui era uma zona. Isso aqui sempre foi uma zona”. Peter na hora dirigiu a palavra ao ex-presidente Sylvio Kelly, por duas vezes chamou-o de “SILVIO VASCONCELLOS”. E Sylvio Kelly disse: “Antes de mais nada meu nome é Sylvio Kelly. Muito prazer”.  
Em certo momento da reunião o Vice-Presidente Geral do Fluminense, Ricardo Pereira Martins fez um discurso totalmente favorável ao presidente Peter Siemsen. Ricardo Pereira Martins disse que “participou da maioria das últimas gestões e que se pudesse tiraria isso de seu currículo”. Vale lembrar que o atual Vice-Presidente Geral do Fluminense Ricardo Pereira Martins, participou das gestões de David Fischel e Roberto Horcades.
A Grande Benemérita-Atleta Angelamaria Lachtermacher disse ao Peter, que ele fez “uma situação que todo mundo concorda. O problema é a correria para aprovar o Sócio-Futebol”. E Peter disse: “Mas ficou sete meses com o Braz e o Conselho Deliberativo não fez nada”. E Angelamaria perguntou ao Peter: “O que nós somos para o senhor?” E Peter ficava nervoso querendo ir embora.
O ex-Presidente Sylvio Kelly encaminhou uma proposta com a finalidade de votação dos componentes do Conselho Consultivo para que a Assembleia Geral não seja realizada no dia 10 de novembro. Tendo como justificativa o pouco tempo ou nenhum tempo que a matéria teve para ser apreciada pelos poderes do Clube e o quadro associativo. Tendo em vista que ninguém é contra o Sócio-Futebol. Era preciso encontrar uma nova data enquanto não escutar o Conselho Deliberativo e o Conselho Consultivo. Quando Sylvio Kelly encaminhou a proposta, Peter novamente ameaçou retirar-se. Mas ele ficou.
Peter Siemsen angustiado disse que tem a família e o trabalho dele. E que o Fluminense toma o tempo dele. Peter disse que, ele resolve as coisas externas e que Jackson Vasconcelos resolve as coisas internas do Clube. E neste momento durante a reunião, falaram que “o Jackson é o presidente do Fluminense”. Peter irritado disse: “Como ele é o presidente daqui? Vocês não sabem como são os problemas externos do Fluminense”.  Entretanto, Peter deve ter se esquecido que na reunião do Conselho Consultivo existem vários ex-presidentes.
Sobre a reunião do Conselho Deliberativo de terça-feira, dia 06/11, Peter disse: “Porque o presidente do Conselho (Braz Masullo) me acusou!” Neste momento, o presidente do Conselho Deliberativo, Braz Masullo olhava decepcionado para Peter Siemsen. Na reunião de terça-feira, Peter Siemsen saiu antes do término da reunião. Peter disse que se retirou da reunião de terça-feira mais cedo, por estar muito emocionado.
No instante em que seria colocado em votação o encaminhamento da proposta do ex-presidente Sylvio Kelly, o Grande Benemérito-Atleta Eduardo Luft pronunciou-se: “Quer dizer que não vou falar?” E Eduardo Luft prosseguiu dizendo: “Quando estava na campanha Ricardo Martins me pediu para votar em você, que pensávamos igual. Peter você não era nem nascido e eu já ia ao Maracanã. Nós conhecemos o Clube! Nós conhecemos a história deste Clube! Nada mais justo que consultar a gente”.
Neste momento, Peter Siemsen nervoso deu um soco na mesa e saiu da reunião. Peter saiu da reunião, mas Rogério Félix e Alexandre Vasconcellos permaneceram. Sylvio Kelly insistiu na votação da proposta de encaminhamento. E se deu a votação. Os que fossem favoráveis pela aprovação da proposta de Sylvio Kelly para que a Assembleia Geral não fosse realizada no próximo dia 10 votariam “sim”. E os que fossem contrários a proposta votariam ‘não’.

RESULTADO DA VOTAÇÃO:
Angelamaria Lachtermacher – SIM
Ângelo Chaves – SIM
Argeu Affonso – SIM
Braz Masullo – ABSTENÇÃO
Dagoberto Midosi - SIM

Eduardo Luft - SIM
Fábio Egypto – SIM
Jorge Sanches – SIM
José Pereira Antelo – SIM
Milton Mandelblatt – SIM
Oswaldo Cochrane - SIM
Ricardo Martins – NÃO
Rogério Félix – NÃO

Sylvio Kelly – SIM

O Conselho Consultivo pronunciou-se por escrito sobre o Sócio-Futebol conforme o Art. 61 do Estatuto do Fluminense. No sentido de não ser realizada a Assembleia Geral no dia 11/11, justificando que a matéria debatida não foi levada ao Conselho Deliberativo para melhor apreciação
A reunião não foi gravada. Todas são! E José Pereira Antelo reclamou. Antelo é o Secretário do Conselho Consultivo. Ele teve que copiar tudo à mão para fazer a Ata de reunião.







17 comentários:

  1. Senhor Presidente Peter.
    O senhor não passa de um garoto mimado e golpista!E seu operador é pessoa que não deveria estar frequentando o nosso clube,Jackson Vasconcelos.
    Simplesmente por ser operador político da contravenção,além de outros atibutos que não podem ser descritos aqui,neste blog.

    Paulo Duque Estrada.

    ResponderExcluir
  2. Não digam que não avisei...

    Era isso o que eu disse que ia acontecer lá atrás...

    Uma guerra política... e na base aliada...

    Mas era mais fácil denegrir, pessoas que como eu tentaram alertar o que iria acontecer...

    Só uma palavra... LAMENTÁVEL!
    Só uma frase... PERDE O FLUMINENSE!

    ResponderExcluir
  3. Prezado Eduardo:

    Existe um agravante, o que transforma em pior a presença do nobre Alexandre Vasconcellos na reunião do Conselho Consultivo... Ele é funcionário remunerado do clube, e deve (ou pelo menos deveria) estar impedido para exercer a função de conselheiro...

    Quanto a certo tipos de comentários nessa reunião... É melhor que fiquemos com os olhos abertos...

    Como dizia meu pai, já falecido... "Se a empresa está a ponto de falir... BEBA CERVEJA!"

    ResponderExcluir
  4. EU VOTO SIM.

    Luciano Pimenta
    Sócio Proprietário N° 120883

    ResponderExcluir
  5. Paulo Júnior - Sócio Efetivo8 de novembro de 2012 16:30

    ..Amigo Eduardo, afinal o quê ficou resolvido ?
    teremos eleições no sábado dia 10 de novembro ou não ?
    entrei no site oficial do clube e lá não tem nenhuma informção sobre o pedido do Conselho Consultivo para adiar a Eleição, a fim de que o Conselho Deliberativo possa decidir.
    abraços,
    Paulo júnior

    ResponderExcluir
  6. Sócio não idiota8 de novembro de 2012 16:35

    Como não sou idiota, voto NÃO.

    ResponderExcluir
  7. Estarrecedor saber que 22 conselheiros, entre eles, 5 membros comprometidos com a gestão com filhos empregados e empresário com contrato particular com empresa interessada no projeto, tenham decidido o destino de um conselho composto por 300 membros e de um quadro associativo de aproximadamente 6.000 sócios.
    Estranho constatar que um segmento tão importante como os esportes olímpicos não tenha sido representado por nenhum de seus ilustres diretores.
    Golpe dado em todos os associados e atletas olímpicos por aqueles que amanhã nos pedirão votos.
    O nome dos 22 golpistas está oficialmente apresentado pelo presidente em carta enviada aos sócios, confiram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Lucas,

      Só existe um único responsável por tudo o que está acontecendo... Por abrir uma crise política que pode, ou melhor, que vai deixar sequelas que podem vir a ser irreversíveis... O nosso Ilustríssimo Presidente Peter!

      Excluir
  8. Prezado Amigo Paulo Júnior,

    Como você queria que esta informação sobre a votação do Conselho Consultivo estivesse no site oficial do Fluminense, se o próprio presdidente do Clube, "FUGIU DA REUNIÃO" antes que ela terminasse?????

    Você não tem escutado falar em desrespeito aos poderes do Clube????? Dentre os poderes desrespeitados estão o Conselho Deliberativo e o Conselho Consultivo. E você faz parte de um destes poderes. A situação é delicada.


    Um abraço fraterno e...

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  9. Como você sabe de tudo da reunião, se você não estava presente?

    Thiago

    VOTO SIM!

    ResponderExcluir
  10. Thiago,


    Você tem toda razão!!! Como eu sei de tudo da reunião, se eu não estava lá????? Parabéns!!! Você foi brilhante.

    Talvez seja tudo mentira o que está escrito neste texto, né? Talvez eu seja louco e tenha inventado tudo isso da minha própria cabeça, né? Talvez eu seja um cara muito criativo, né? E criei uma historinha com determinada riqueza de detalhes só pra me divertir e enganar uns trouxas. Aí, apareceu você que é muito “ESPERTO” e me pegou. Pô, você é o cara!

    Mas você tem todo direito de duvidar da “VERACIDADE” do que escrevo.

    Faz o seguinte, se você tiver condições tenta checar as informações que escrevi. Ih, compliquei, né? Foi mal!


    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  11. Pelo visto hoje em dia no Fluminense só existe uma verdade... A publicada pela SEITA...

    Pelo visto hoje em dia no Fluminense existem muitas mentiras... As que não são publicadas pela SEITA!

    Cuidado rapazes porque tem gente da SEITA que começa abandonar a SEITA!

    Eduardo, viva a DEMOCRACIA deste blog, porque se fosse no blog da SEITA algumas mensagens já teriam sido borradas...

    Dia 10 nascerá outra democracia... a DEMOCRACIA DOS 22.

    Que conste... Sou favorável ao Sócio Futebol, mas não a esse que nos propõe a DEMOCRACIA DOS 22...

    Democracia... É poder VOTAR e ser VOTADO!

    ResponderExcluir
  12. assim nada haver com o post, mas será que o marketing do fluminense não consegue inserir a marca nas mídias de massa como cinema e tv, comprando espaço publicitário dentro da narrativa, como um personagem tricolor, inserção da bandeira, escudo, camisa. Isso da mesma forma que fazem com carros, grifes de roupas, celulares, computadores...

    Na formação de novos consumidores e sócios isso com certeza seria bem funcional, imprimir o escudo do fluminense no imaginário da população, principalmente das camadas mais jovens.

    ResponderExcluir
  13. Caro Eduardo Coelho,
    Que postura COVARDE do Presidente do Conselho Deliberativo. Vivia chorando pelo corredores do clube dizendo que havia sido traído pelo "Presidente" Peter, que ele era um moleque, e por ai vai. Na hora dele expor seu ponto de vista, manifestar a sua indignação no Conselho Consultivo ele se absteve. Que vergonha, que COVARDE.
    Quanto a presença do Conselheiro Alexandre Vasconcelos nesta Reunião, reforça o principio da SEITA muito bem colocada pelo sr Antonio Gonzales. Que vergonha a posição do sr. Ricardo Martins, está fazendo discurso demagogo, talvez para manter o seu pupilo empregado no Fluminense, como o quinto fisioterapeuta do clube.
    Quanto a votação ou não no próximo dia 10/11, vamos esperar pelo pronunciamento no Blog da Flusócio, o site oficial do Fluminense.
    Uma vergonha o momento atual do Fluminense
    Saudações Tricolores
    Antonio Carlos

    ResponderExcluir
  14. Sócio
    Deixa eu entender o que está acontecendo.
    O acovardado Presidente (aquele que apanhou na cara e pediu desculpas ao seu agressor) solicitou uma Assembleia Geral para alterar o Estatuto e dentre suas alterações está a criação da categoria sócio-futebol com direito a pagar de 25% a 30% da contribuição efetiva e ainda decidir sobre os destinos do clube nas assembleias, uma pequena contribuição mas com uma grande atribuição é isso mesmo ?
    Esse estatuto não deveria passar antes dessa alteração por uma adequação ao atual Código Civil ?
    Essas alterações não deveriam ser votadas cada uma em sua especificação e não no sistema definido é SIM ou NÃO ?
    Uma alteração envolvendo uma discussão desse porte não careceria de um amplo debate entre os Poderes Constituídos do Clube e seus associados ?
    É não é no mínimo inoportuno uma discussão dessa natureza as vésperas da conquista de mais um título nacional ?
    Porque esse acovardado Presidente não se mostra e apresenta aos associados essa alteração e tenta concecê-los de que com as contribuições do sócio-futebol ele poderá incrementar ainda mais as isenções de jóia para ingresso de novos sócios e ainda assim equilibrar nossas combalidas finanças?
    Presidente Sr. já ocupou a Vice-Presidência Jurídica do Clube deixando enormes prejuízos para depois abandoná-la em nome de sua rentável advocacia, será que em um eventual insucesso dessa alteração teríamos essa sorte do Sr. mais uma vez abandonar o Clube ?
    As questões estão devidamente apresentadas compete ao Sr. ou como um acovardado destinar algum assecala para as respostas. Quem sabe não seria aquele que participa ativamente de sua tropa de choque !

    ResponderExcluir
  15. Eduardo,

    O Alexandre não participou da reunião e sequer entrou na sala. Aguardou do lado de fora caso fosse chamado e não foi, portanto não houve desrespeito ao estatuto, dado que ele não entrou na sala. Acho que essa informação deve ficar registrada aqui, para que, democraticamente, possa se dar mais acuidade ao relato.

    Também gostaria de registrar que a decisão da Assembleia geral veio de um parecer jurídico externo baseado inclusive em jurisprudências como caso ocorrido no SPFC.
    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=193785

    A preocupação partiu do próprio presidente do conselho deliberativo uma vez que já era sabido das consequências do novo código civil e decisões recentes da justiça com relação a alterações dos estatutos.

    Gostaria que minhas observações fossem publicadas preservando o caráter democrático deste blog.

    ResponderExcluir
  16. A narrativa da ata registra o ingresso desse personagem na reunião. Gostaria que fosse esclarecido o motivo de sua presença em uma reunião do Conselho Consultivo. E ainda mais estranho ele não responder e delegar essa atribuição a outro personagem que ao que parece deve ser um dos assecalas do Presidente desfrutando como os demais das benesses da viúva !
    Avante Fluminense que apesar dos pesares continua !

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM