quarta-feira, 29 de julho de 2009

Futebol em Família

Toda vez em que se encontram Fluminense e Palmeiras, me lembro de um grande jogador: Romeu Pelliciari. Como o próprio nome denuncia, Romeu Pelliciari era filho de imigrantes italianos. Romeu chegou ao Fluminense, no início de 1935, contratado ao Palestra Itália (atual Palmeiras). No Palestra Itália, Romeu foi tricampeão paulista em 1932-1933-1934. E no Fluminense Romeu Pelliciari foi tricampeão carioca em 1936-1937-1938 e bicampeão carioca em 1940 e 1941.

Mas Romeu Pelliciari junto com outros jogadores do “scratch tricolor”, tricampeão de 1938, como, Batatais, Gonzalez, Guimarães, Hércules, Machado e Tim, participariam de um dos primeiros filmes realizados no Brasil, sobre futebol. O filme é “Futebol em Família” e que tem várias cenas filmadas no Estádio das Laranjeiras.

O filme “Futebol em Família” é uma comédia produzida por Alberto Byington, em 1938. E tem Direção e Roteiro de Ruy Costa. O filme foi baseado na peça teatral de Antonio Faro e Silveira Sampaio. O elenco de “Futebol em Família”, contava com: Jayme Costa, Grande Otelo, Arnaldo Amaral, Dircinha Batista, Heloísa Helena, Renato Murce, Ítala Ferreira, Jorge Murad, Paulo Neto, Olga Nobre, Arnaldo Coutinho, Maria Vidal, Jota Silveira, Edmundo Maia, Gagliano Neto, Orquestra Gaó Gurgel e os jogadores do Fluminense já citados.

O filme “Futebol em Família” aproveita a febre do futebol, devido à disputa da Copa do Mundo realizada em 1938, na França. A história do filme é sobre um jogador de futebol que briga com o pai, que não quer que ele siga a carreira futebolística, pois teme que o futebol atrapalharia seus estudos de medicina. O rapaz, então aceita jogar no Fluminense, para, com o dinheiro, prosseguir seus estudos. O pai, ao perceber que é possível conciliar as duas coisas, passa a apoiar o filho.

O filme “Futebol em Família” é mais um importante aspecto na construção do futebol como elemento de identidade nacional, tendo como cenário o nosso histórico “ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS”. O “CIDADÃO FLUMINENSE” empenhado na luta pela preservação permanente, cultural e esportiva de nosso estádio histórico, terá como missão, procurar cópias deste filme. Este filme, já faz parte da história, não só, da cinematografia brasileira, como do futebol brasileiro.

Saudações Tricolores

2 comentários:

  1. Tudo bem Eduardo?
    Cara, você ja viu esse filme?
    Abs
    Heitor D'Alincourt

    ResponderExcluir
  2. Rogério Pecegueiro31 de julho de 2009 10:50

    Queria poder assistir a esse filme. Porém, está como a nossa vencedora Tradição: ESQUECIDO. Pelo menos por agora, em nunhum site na internet, o filme se encontra.

    Basta lembrar que na época de sua exibição nos cinemas nacionais, 50 milhões de brasileiros o assistiram. Vejam como o nome do Fluminense Football Club era bem divulgado...

    Rogério Pecegueiro
    super_flu100@hotmail.com

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM