terça-feira, 14 de agosto de 2012

Os enfurecidos simpatizantes do presidente peter

A seleção brasileira de vôlei feminino, no último sábado, dia 11/08, conquistou brilhantemente a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres. Era uma conquista de todo o Brasil, de todos os desportistas e de todos os clubes. Alguns tricolores assistiram ao emocionante jogo no tradicional Bar do Tênis na sede do Fluminense. Ao final da partida muitos tricolores estavam eufóricos com a espetacular vitória das meninas do vôlei brasileiro. Foi de encher qualquer um de orgulho.
O ambiente era o melhor possível. Amigos e familiares se divertiam com a conquista nacional. Mas para a surpresa de todos, num determinado momento alguns tricolores terminaram com a tranquilidade e a alegria da tarde de sábado.
É que em certo instante quatro simpatizantes do presidente Peter se rebelaram contra algumas garotas da equipe de vôlei do Clube de Regatas Vasco da Gama. As garotas tinham aproximadamente 14, 15 anos de idade. E tinham enfrentado as garotas do Fluminense em nosso ginásio. Todas ainda muito felizes pela conquista da nossa seleção em Londres.
Dentre os simpatizantes do presidente Peter, um deles usava uma camisa do grupo FLUSÓCIO. Não era a famosa “CAMISA BICOLOR” (verde e branco) da FLUSÓCIO. Era uma camisa com as “três cores que traduzem tradição”. Mas era uma camisa da FLUSÓCIO.
O fato é que os simpatizantes do presidente Peter começaram a xingar e desrespeitar as atletas do vôlei do Vasco da Gama, alegando que elas eram proibidas de passar pelo Bar do Tênis vestindo o uniforme do clube de São Januário. Os simpatizantes do presidente do Peter estavam tão enraivecidos que xingaram todos os que estavam no grupo dos vascaínos. Até uma senhora que parecia ser mãe de uma das atletas. E não faltaram dedos fazendo gestos obscenos para as mulheres vascaínas (atletas e mães). Todos se levantaram da mesa e se aproximaram do caixa do Bar do Tênis, onde a confusão se desenrolou de forma mais intensa, quase chegando as vias de fato.
Os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter alegavam que alguém do grupo do Vasco da Gama tinha desrespeitado o Fluminense. Alguns dos enfurecidos simpatizantes do presidente Peter estavam aos berros dizendo que deveriam respeitar o Fluminense. Que o Fluminense era futebol e outras coisas mais que nós já estamos acostumados a ouvir por aí. Mas o engraçado é que só eles viram e ouviram tais coisas. Talvez porque deveriam estar prestando muita atenção aos uniformes vascaínos. E berravam dizendo que o grupo do Vasco deveria passar pela saída do estacionamento. Foi um episódio lamentável e triste. Digno de pena! Será que os simpatizantes do presidente Peter querem criar novas leis estatutárias na marra e na força física???
Alguns tricolores civilizados trataram de criticar os simpatizantes do presidente Peter, solidarizando-se com as garotas do Vasco. E por pouco não sai um tumulto entre tricolores. Os seguranças do Fluminense foram solicitados no intuito de acalmarem os ânimos dos enfurecidos simpatizantes do presidente Peter e colocar ordem no recinto. Vale lembrar aos enfurecidos simpatizantes do presidente Peter que, atletas de outros clubes não são proibidos de circularem pela sede do Fluminense trajando o uniforme de suas agremiações. Portanto, é plenamente legítimo dentro das normas do “ESTATUTO DO FFLUMINENSE” e da civilidade, atletas de outros clubes transitarem dentro de nossa sede vestindo seus respectivos uniformes.
Será que os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter também querem rasgar o nosso Estatuto??? O exemplo vem de cima??? Será que os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter querem ser os donos da verdade no Fluminense??? Será que os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter querem ser os donos do Clube??? Será que os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter querem dar as ordens de forma violenta e autoritária no Fluminense??? Será que os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter acreditam realmente, que ao promoverem tal episódio, contra garotas de 14, 15 anos, estavam defendendo o Fluminense???
Depois deste episódio, ficamos na torcida e expectativa, para que os próximos 50 mil sócios do Fluminense não tenham este tipo de comportamento. E depois ainda querem denominar os torcedores do Flamengo de maneira preconceituosa??? E o que fizeram os quatros enfurecidos simpatizantes do presidente do Peter??? É digno de chamar de quê??? Digno???
Gozado, justamente na semana em que o presidente Peter precisou suplicar desesperadamente a ajuda do presidente do Vasco, Roberto Dinamite, seus simpatizantes fazem isso??? O Fluminense precisou da ajuda do Vasco para jogar em São Januário com o São Paulo. Será que os simpatizantes do presidente Peter estão chateados com o presidente tricolor??? Ou será que é uma dissidência contrária ao “presidente de fato” do Fluminense, Jackson Vasconcelos, se manifestando??? Como todos sabem o “presidente de fato” do Fluminense, Jackson Vasconcelos, é um “TORCEDOR FANÁTICO DO VASCO”!!!
Mas o mais engraçado, é que na hora da confusão, um homem do grupo das vascaínas (provavelmente o pai de uma delas), chamou na maior disposição “TODOS“ os enfurecidos simpatizantes do presidente Peter para resolver a questão. O homem disse aos enfurecidos simpatizantes do presidente Peter: “Vamos resolver isso tudo lá fora!” E o que foi que os quatro enfurecidos simpatizantes do presidente Peter fizeram????? NADA!!! Ficaram quietos e bem protegidos dentro do tradicional e tricolor Bar do Tênis.  


20 comentários:

  1. Boa noite Eduardo,

    Sou um dos envolvidos e já que estou sendo mencionado diretamente tenho o direito democrático de me defender aqui mesmo neste blog.

    Afirmo categoricamente que em momento nenhum nos dirigimos, insultamos ou xingamos a atletas adolescentes e mães.

    A confusão se deu com um adulto (homem) que quando nos viu cantando as musicas do Fluminense começou a caçoar fazendo menção a terceira divisão e parou no caixa continuando a nos provocar. Logicamente eu trajava uma blusa do Flu.

    Circular pelo clube após apoiar um atleta é uma coisa, provocar os sócios é uma outra coisa diferente. Acho que esse fluxo deva ser ajustado e desvido de certas partes do clube.

    Quanto a me chamar de covarde é lamentável ser ofendido por uma pessoa que simplesmente não conheço e que na sabe sobre mim.

    A pessoa que nos provocou se retirou do clube e não houve nenhuma agressao física, apenas uma discussão verbal, não tinha sentindo levar o fato desegradável adiante.

    Estou sempre no clube e qualquer coisa que o quiser me dizer sobre a minha honra poderá fazê-lo pessoalmente, já que não me disse nada no dia.

    Relacionar isso a fato politico acho descabido, se vc quer criticar o presidente não use a minha pessoa para isso.

    Aqui, falo apenas em meu nome e não em nome de qualquer grupo ou figura politica do clube.

    Renato Ribeiro.

    ResponderExcluir
  2. Conselheiro Claudio Ramos15 de agosto de 2012 07:17

    Eu estava presente, foi um episódio lamentável e vergonhoso !!! Quero o meu FLUMINENSE de volta !!!
    SAUDAÇÕES TRICOLORES !!!

    ResponderExcluir
  3. Será que este "fidalgo" tricolor foi mais um dentre tantos outros beneficados pela isenção de jóias para se associarem ao Fluminense ?
    Este "fidalgo" tricolor precisa entender que ali é um ambiente social onde as pessoas se reunem para se socializar e não para ofederem quem quer que seja muito menos atletas.
    Este episódio merece uma apuração isenta e responsável para que ocorra uma punição exemplar porque além deste outros virão, e farão uso do mesmo expediente para justificar sua conduta reprovável e deselegante, está cada vez mais difícil frequentar o Fluminense !

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Renato,

    Este espaço é livre e democrático para as pessoas se manifestarem. Fique à vontade sempre para fazer isso por aqui.

    Sua versão dos fatos é importante para o esclarecimento dos acontecimentos. E você tem o meu respeito por isto. Embora existam também outras versões para os fatos. E devemos respeitá-las também. Talvez o meu relato tenha se aproximado de algumas versões diferentes da sua. Apenas isso.

    Concordo com você que o fluxo de pessoas pode ser ajustado pelas partes do clube de outra forma. Mas por enquanto isso não foi feito. Então, devemos respeitar as normas estatutárias vigentes.

    Parabéns por estar sempre no clube. Infelizmente, ainda não tive o prazer de conhecê-lo (pelo menos não me recordo). Será uma grande honra quando tiver esta oportunidade.

    Mas o mais importante é que não houve nenhuma agressão física, apenas uma discussão verbal. Pois parece que um dos vascaínos era policial. E como sabemos policiais costumam andar armados. Imagine se o vascaíno não fosse um bom policial? E se fosse desses desequilibrados que gostam de sair atirando por aí, por qualquer motivo? E como ficariam os sócios do Flu que nada tinham com a confusão? E se ocorresse algo pior?

    Sobre o presidente, fique tranquilo. Não preciso de nada, nem de ninguém para criticá-lo. Já tive a oportunidade de dizer pessoalmente minha opinião sobre ele. Logicamente, que ele não ficou satisfeito. No entanto, entre bajuladores e críticos, os que nos fazem avançar, geralmente, não são os primeiros. Todavia, tudo que se passa no Fluminense é de responsabilidade do presidente e deve ser do seu conhecimento.


    Eduardo Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venho aqui também apresentar minha versão,afinal eu fazia parte dos "enfurecidos simpatizantes do Peter".Vamos lá.

      1- O cidadão que se disse policial militar,ou sei lá o que,se estivesse armado não poderia fazê-lo ali no bar,afinal existe uma placa na entrada do clube alertando quanto a isso,existe também uma lei também que priva os portadores de arma de fogo em alguns locais (sei,pois faço parte da classe e tenho porte).

      2-O escritor do texto salientar que sou simpatizante do presidente é de uma precipitação imensa,pois em momento algum o camarada não veio nos perguntar quem éramos (sou novo associado do clube,frequento a sede a menos de 7 meses,porém vou a todos os jogos,ajudo o clube a minha forma,apoiando das arquibancadas,porém não sou de nenhuma torcida organizada),logo afirmar que simpatizo com o presidente é nutrir um pré-conceito,afinal tenho amigos e conhecidos em todos os grupos políticos.

      3- toda confusão desenrolou-se devido a esse cidadão que veio passando ali na virada da entrada do bar do tênis,olhando para as mesas e sinalizando o número 3,que deu a entender que se referia a 3 divisão,pois o mesmo fazia gestos e caçoava(isso terei o prazer te lhe mostrar uma mesa inteira de testemunhas,de um casal e amigos que sempre estão no clube e estava do lado da mesa de Vossa senhoria no dia do fato,e todos da mesa estavam indignados).

      4-Vias de fato nunca deve acontecer,o fato de o cidadão ter nos chamado para resolver lá fora e nenhum de nós ter ido ,ao meu ver não mostra covardia,e sim sensatez.O fato de chamar alguém para o "braço" não quer provar ombridade.

      5-Se o cidadão realmente não quisesse confusão o mesmo ao ouvir o entoamento do canto de "vice de novo",logo após ter feito o gesto de 3 divisão,deveria ter se retirado do clube e não parado na fila do bar do tênis e provocado ainda mais os tricolores ali presentes.

      6-O que mais indignou-me foram os "tricolores" ali presentes acharem normal um torcedor rival caçoar do fluminense e seus associados dentro de sua sede,e não houve momento algum de rispidez entre tricolores,se houve gostaria então que me apesentasse quem "queria ir a vias de fato com tricolores",pois eu não demonstrei interesse nenhum quanto a isso e ,não percebi também.

      7-Quanto ao trânsito de não associados creio que deveria ser desviado pelo estacionamento,pois somente o bar do tênis está a pleno funcionamento,e é extremamente desagradável aos sábados você querer beber sua cerveja ,vestir sua camisa,frequentar o clube ao qual você mantém suas mensalidades em dia e nutre um sentimento de paixão,e ter que ser caçoado por torcedores rivais.

      No mais,não gostei da forma que o senhor me posicionou politicamente,pois além de não me conhecer pessoalmente ,o senhor nunca me viu em reunião de grupo político algum,e se realmente tiver em sua posse qualquer prova que mostre que estou errado autorizo a Vossa Senhoria a publicar neste espaço,pois desconheço.
      Quando o projeto sócio futebol for aprovado,e se for,eu sinceramente espero que a burguesia desse clube abra um pouco mais sua mente,pois os torcedores do fluminense não se resumem a classe média alta dos arredores da zona sul.
      Grato.

      Excluir
  5. Renato,
    vocês não insultaram ou xingaram Atletas adolescentes(categoria infantil !) e Mães, vocês insultaram e envergonharam a TODOS os presentes com uma demonstração de total falta de educação, necessária esta, para se frequentar um Clube como o nosso. Nossas Atletas, de todos os esportes, estão sempre a visitar os diversos Clubes do Rio de Janeiro (inclusive os de futebol) e jamais foram tratadas ou passaram por situação similar. Esta é apenas minha opinião, portanto indignado que fiquei fiz o devido registro em nossa Ouvidoria, para que as devidas providências sejam tomadas. Entenda bem que o ambiente no Bar do Tênis era de muita alegria pela conquista BRASILEIRA do ouro olímpico pela seleção feminina de volibol e este sentimento era o mesmo por parte das Atletas Vascainas de volibol e seus Pais portanto não faz o menor sentido suas acusações de provocação, talvez pelo estado etílico que se encontravam tenham visto fantasmas.
    Saudações Tricolores
    Por Amor ao Fluminense
    Claudio Bruno

    ResponderExcluir
  6. O turminha de machos de teclado... Edu, conhece aquela velha do Bezerra da Silva?

    "voce com um revolver na mao é um bicho feroz, ferozzzz, sem ele anda rebolando e até muda de voz"

    Bando de convardes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hipócrita,chamar de "valente de teclado" pelo teclado não vale.Cite a palavra covarde na cara de outro homem,isso sim seria um "ato de bravura".
      ST.

      Excluir
    2. Meu camarada, estou sempre no clube e todos sabem o que penso sobre seu grupo, se quiser bater um papo animado, dentro ou fora do FFC, estou a disposicao.

      Excluir
  7. LEANDRO BERNARDES,

    Com todo o respeito que você merece, mas chega a ser engraçado dizer que um policial, se estivesse armado não poderia fazê-lo por existir uma placa alertando quanto a isso. Nós não estamos na Suécia, nem na Dinamarca. O fato de existir uma lei que priva os portadores de arma de fogo em alguns locais, não os impossibilita de utilizarem as mesmas quando bem entenderem. Também conhecemos há tempos frases como, “não matarás”, “não roubarás”, “não cobiçarás a mulher do próximo”, e parece que as pessoas não ligaram muito para estas mensagens. Portanto, não dá para fazer a bala de um revólver voltar depois que o tiro é disparado.

    Parabéns por ter se associado ao Clube, por frequentar a sede e por ir a todos os jogos. Mas não teria nenhum problema se você fosse de alguma TORCIDA ORGANIZADA. Nós temos pessoas maravilhosas e fantásticas integrando todas as nossas TORCIDAS ORGANIZADAS. Existem grandes tricolores nas nossas TORCIDAS ORGANIZADAS. Por isso, não entendi muito bem sua colocação sobre as TORCIDAS ORGANIZADAS. Espero que não seja nenhum preconceito com as TORCIDAS ORGANIZADAS.

    Pô, quer dizer que o cara fez o sinal de três e você pensa logo na terceira divisão? Você escreve que o cara “deu a entender que se referia a terceira divisão”. Então, parece mais é “leitura de pensamento”. Deu a entender é muito vago. Mas respeito a sua interpretação. Entretanto, eu registrei fatos e não interpretações.

    Fique tranquilo. Não posicionei ninguém especificamente. Não cito nomes. Apenas registrei uma confusão ocorrida. Um tumulto ocorrido no Clube. Apenas isso. E tumulto é tumulto. Não relatar um tumulto que poderia ter sérias consequências, creio que não ajuda ao Clube. Portanto, não devemos esperar que tais consequências tornem-se fato. Eles (os fatos) podem ser desagradáveis no futuro.

    Sobre o sócio futebol, concordo inteiramente com você, pois sou da ZONA NORTE. Sobre a burguesia, já foi tempo que o Fluminense tinha alguma burguesia. Isso é coisa do passado! Mas é isso que dá o Peter ficar falando bobagem por aí. Ele andou dizendo que o Fluminense precisa deixar de ser elitista. Isso é uma piada! O Fluminense (Clube) já deixou de ser elitista há mais de trinta anos. Só o Peter que não viu isso. E a torcida há mais de setenta anos. Mas tudo bem, é que o Peter não conhece muito bem o Fluminense. A gente tem que dar um desconto pra ele. E também entendemos que isso faz parte de um discurso demagógico e de manipulação que escreveram para ele repetir.


    Grato

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frisei que não sou de nenhuma torcida organizada ,pois tive receio de você me posicionar também,assim como o fez politicamente.O cara não só fez o três com as mãos como caçoava,fazia três e ria,e quando estava na fila do bar do tênis o indivíduo falei com todas as letras,repetindo o gesto.Não gostei de ter usado tal situação para posicionar-me politicamente.O que te leva a crer que sou simpatizante do Peter? Posso encarar isso como calúnia.Então se não gostou da "confusão" deveria ter tido o mesmo respeito que prega em suas palavras,antes de me posicionar politicamente ,me chamado para conversar na boa,teria lhe ouvido ,trocaríamos ideias.Agora usar uma ferramenta de leitura aberta para tal,sinceramente...
      ST.

      Excluir
  8. Claudio,

    "Nossas Atletas,se todos os esportes, estão sempre a visitar os diversos Clubes do Rio de Janeiro (inclusive os de futebol) e jamais foram tratadas ou passaram por situação similar"

    Desculpe você não pode afirmar isso, pois não esta presente em todos os lugares e não acompanha todas as competições de todas as modalidades sempre, afinal ninguém é unipresente. Talvez nossos atletas e acompanhantes é que sejam muito mais respeitosos com os rivais, alias disso eu não duvido. Em contraponto eu mesmo já presenciei um clima quente entre pais de crianças dentro do ginásio do Fluminense por causa de provocações da torcida rival. Acho que a paixão pelo clube é uma questão delicada sempre, independente da modalidade.

    Também foi registrada uma reclamação de nossa parte. Respeito a sua opinião e nenhum momento achei agradável esse tumulto. Como já disse ao Eduardo, defendo alguns ajustes nesse fluxo de pessoas não sócias para acompanhar competições, principalmente as uniformizadas (não me refiro aos atletas). Espero, assim como você, que atitudes sejam tomadas.

    Com relação as reações, as pessoas reagem de forma diferente a determinadas situações. Essa situação de provocações rivais dentro do nosso clube acho bastante desagradável, talvez você não se importe. Dependendo do movimento no clube (véspera de partida importante por exemplo) pode ser explosivo, pois hoje a maioria dos nossos sócios são tricolores, ao contrário de um passado recente. Por favor não use esse argumento de estado etílico, pois estavamos como você mesmo disse, todos acompanhando os jogos do Brasil e tomando nossa cerveja em absoluta paz até aquele momento.

    Caro Andre Costa (se este é realmente o seu nome),

    Estou sempre no clube, geralmente nos sábados onde jogo futebol e depois vou ao bar do tênis para do almoço, geralmente trajando uma camisa de treino do FLU (verde). Acho que agora fica fácil você me encontrar, caso queira me dizer alguma coisa por favor faça pessoalmente e não pelo teclado. Essa atitude sim é covarde.

    Agradeço pelo espaço de resposta concedido.

    Pra mim o ocorrido não tem nenhuma conotação política e poderia ter acontecido com outros sócios, dai a minha preocupação com os ajustes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou te avisando que frequento o clube tanto qto vc, tenho opiniao clara e declarada sobre seu grupo. Se tivesse visto presencialmente a palhaçada, com certeza prestaria minha solidariedade ao grupo de vascainos. Xingar meninas/mulher, nao se faz em nenhum lugar. Dentro do clube muito menos, independente de serem de outra agremiacao. Estou dizendo aqui, pq nao falo nem dirijo a palavra com ninguem de seu grupo, como tb estou sempre la, sera um prazer manter uma conversa muda com vc.

      Excluir
    2. Caro Andre,

      Se você não nos dirige a palavra então não deveria comentar sobre um acontecimento que não presenciou.

      Não houve nenhum xingamento a meninas e mulheres você não estava lá.

      Não concordo com adjetivações aleatórias só por causa de ódio político.

      Enfim continuo inteiramente a disposição caso mude de idéia, poderá me adjetivar se quiser, mas pessoalmente. Esse mundo virtual deixa muita gente corajosa.


      Excluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Qdo cantei a boa e velha musica do Bezerra, dirigia-me a turma que em bando vociferou contra os atletas vascainos e familiares.

    Nao é a primeira vez, em outra ocasiao um embriagado desse mesmo grupo que nao cito o nome, antes por azar e agora por vergonha. Agrediu um menino (atleta) de uns 14 anos pq estava com a camisa do framengo e só nao foi devidamente surrado pelo pai do garoto pq inumeros coleguinha seguraram o cara. Sinceramente eu adoraria ter visto o pai esterilizar de bolacha o valentão, agressor de menor de idade...

    ResponderExcluir
  11. Renato,

    reafirmo que não acontece com nossos Atletas qualquer cena como a por vocês protagonizada, simplesmente porque, como honestamente colocou o Leandro,
    "3- toda confusão desenrolou-se devido a esse cidadão que veio passando ali na virada da entrada do bar do tênis,olhando para as mesas e sinalizando o número 3,que deu a entender que se referia a 3 divisão,pois o mesmo fazia gestos e caçoava(isso terei o prazer te lhe mostrar uma mesa inteira de testemunhas,de um casal e amigos que sempre estão no clube e estava do lado da mesa de Vossa senhoria no dia do fato,e todos da mesa estavam indignados)."
    vocês viram fantasmas, pois não havia qualquer vínculo provável com nosso futebol. Vocês estavam realmente enfurecidos e totalmente fora de controle, bem diferente de quando os cumprimentei e me sentei na mesa logo atrás. A consequência, que não os afeta, será a possível retaliação no jogo de volta, e por isso, após saber de ligação telefônica recebida por nosso Técnico responsável, tratei de solicitar à nossa Ouvidoria providências na tentativa de reverter o acontecido para a devida proteção de nossas Atletas e diminuir nossa vergonha com o comportamento de vocês. Quanto a desviar os visitantes, isto será debate para outra ocasião pois não existe qualquer determinação neste sentido em nosso regimento interno.
    Saudações Tricolores
    Por Amor ao Fluminense
    Claudio Bruno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa eu ver se eu estou entendendo, passam vascaínos provocando tricolores, dentro do Fluminense, chamando de time de terceira divisão.

      Os tricolores respondem, sem agressão física, e os errados são os "enraivecidos simpatizantes do presidente peter" (o que o peter tem haver com isso?)?

      Os tricolores tem que ouvir gritos de terceira divisão de vascaínos dentro do Fluminense?

      Isso realmente aconteceu nas Laranjeiras?

      Julio Cesar Amaral

      Excluir
    2. Julio,

      você não entendeu nada ! isso que você pensa ter acontecido, não foi nas Laranjeiras ! Os Tricolores ou não, Sócios do Clube, não devem ser obrigados a presenciar o descrito corretamente pelo Eduardo, com ou sem a conotação política. Os envolvidos devem apenas se desculpar pelo acontecido, e fim. Não faz sentido continuar com esta tentativa de desfocar o que realmente aconteceu, errar é humano e assumir o erro uma qualidade dos homens de fato.
      Saudações Tricolores
      Por Amor ao Fluminense
      Claudio Bruno

      Excluir
  12. É isso aí, botem a torcida dentro do clube mesmo e, quando uma tragédia acontecer não venham colocar a culpa na fatalidade, assumam que estão colocando nossas crianças e familiares em risco simplesmente por causa de votos, que vcs bem sabem nãO SEREM DE VCS, E SIM DO celso barros. Sumam parasitas.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM