quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Alguns fatores da demissão do Mohamed

O ex-Vice-Presidente Administrativo do Fluminense, José Mohamed, não estava apenas insatisfeito com algumas declarações do Vice-Presidente Geral do Clube, Ricardo Pereira Martins, o “Ricardinho”, para pedir sua demissão. Existiram vários outros fatores que causaram insatisfação ao ex-Vice-Presidente Administrativo do Flu.

No início da gestão Peter Siemsen, Ricardo Pereira Martins teria dito a José Mohamed que não interessava a ele a execução de obras. E ao assumir seu cargo, Mohamed avaliava que o Fluminense precisava com urgência de algumas melhorias. Foram feitas várias obras na sede, no parque aquático e em diversas instalações do Clube.

Com a visibilidade das obras, José Mohamed, começava a aparecer e ter sua imagem extremamente positiva dentro do Clube. Em determinado momento, dentro do Fluminense, só se falava em José Mohamed, “o homem que tocava as obras”. Ricardinho teria ficado incomodado com isso? Não sabemos. É possível que sim? Evidentemente!

Curiosamente, na medida em as obras implantadas por Mohamed começavam a fazer sucesso no Clube entre os sócios (até ente os que fizeram parte da chapa de Julio Bueno) Ricardinho, começava a questionar os valores. E Ricardinho começou a questionar o “braço direito” do Mohamed, o Engenheiro Civil, Carlo Alfonso Ottino Neto, que ocupava o cargo de Diretor Operacional da Vice-Presidência Administrativa. José Mohamed e Carlo Ottino corriam o Clube logo às sete da manhã e voltavam a fazer a mesma coisa no final da tarde e ficavam até por volta das 21 horas. Essas ações tinham como finalidade verificar todas as demandas e tudo de que o Clube precisava.

Carlo Ottino se demitiu na última sexta-feira, dia 05/08. Carlo Ottino se demitiu por ser contra a hipocrisia do continuísmo no “NOVO FLUMINENSE”. Existem várias pessoas da antiga gestão, que ainda continuam ocupando altos e polpudos cargos no “NOVO FLUMINENSE”. A demissão de Carlo Ottino deixou José Mohamed bastante desanimado em prosseguir sem o seu fiel colaborador de trabalho na Vice-Presidência Administrativa.

O Engenheiro Carlo Ottino conhece vários setores, instalações, departamentos e carências do Clube. Carlo Ottino tinha montado um plano de reestruturação energética, que possibilitaria a captação de energia solar para inicialmente ser utilizada nas quadras de tênis. Porém, Carlo Ottino foi questionado por Ricardinho. O Vice-Presidente Geral do Fluminense desconfiava de Ottino.

Vale ressaltar que, Carlo Ottino nunca fez uma obra sequer no Fluminense. Muito menos levou algum empreiteiro ao Clube. Ottino apesar de ocupar a Direção Operacional continuava a trabalhar em sua empresa, a Construtora Ottino Ltda. http://www.construtoraottino.com.br/

Um requerimento de Carlo Ottino entregue ao Presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense, sr° Braz Antonio Masullo, na última reunião do Conselho, dia 26/07, teria incomodado muito Ricardinho. Este requerimento dizia:

“Solicito, de acordo com as disposições estatutárias, que seja constituída uma Comissão especial do Conselho Deliberativo para Auditoria:

1 – na compra e distribuição dos uniformes fornecidos pela Adidas aos Esportes Olímpicos.

2 – levantamento dos contratos de patrocino dos Esportes Olímpicos e suas respectivas distribuições.

José Mohamed foi procurado por Ricardinho que tinha reclamações para fazer sobre Carlo Ottino. O “braço direito” de Mohamed queria saber, quem paga pela utilização dos armários no Departamento de Tênis? Quem paga e quem não paga? E quem paga, paga quanto? E por que cobram taxa de iluminação noturna aos frequentadores das quadras de Tênis?

As aulas de Tênis ocorrem duas vezes por semana. E cada aula tem a duração de uma hora. O preço cobrado por aluno é de R$ 350,00. A forma de pagamento é simples. O Professor de Tênis cobra no meio da quadra. E após o pagamento, oferece um recibo próprio aos alunos. O dinheiro arrecadado fica no Tênis e vai para o caixa dos Esportes Olímpicos. Esta prática também se repete no Stand de Tiro, que está cobrando mensalidades de R$ 650,00. E o dinheiro dos Esportes Olímpicos vai para o caixa do Clube, para o Financeiro? Não!

Resta saber se o Superintendente Administrativo do Fluminense, sr° Nestor Bessa, se demitirá em solidariedade ao Mohamed e Ottino. Ou permanecerá no cargo???

4 comentários:

  1. Prezado Eduardo Coelho,
    Solidariedade é dinheiro no bolso. Você acha que uma pessoa que estava fora do mercado de trabalho, e que arrumou uma Boquinha no Novo Fluminense com salario de mais de R$10.000,00, e mais o que ganha por jogo do Fluminense R$1.000,00, vai ser solidario com alguem.
    Acorda Eduardo, a boquinha é boa demais, nem multinacional paga os atuais salarios do "Novo Fluminense"
    Saudações Tricolores.
    Antonio Carlos

    ResponderExcluir
  2. Tricolores,
    Precisamos de uma mobilização séria.Saiu a única pessoa que exigia que os recursos arrecadados nos Esportes Olimpicos fosse depositado no caixa do Fluminense. O Sr. Ricardo Martins não abre mão dessa arrecadação, que vai sabe Deus pra onde, ou, pro bolso de quem. Ele sempre briga para fazer o seu sucessor,senão a caixa preta dos Esportes Olimpicos vai ser aberta, ai meu amigo, vai sobrar pra muita gente.
    Auditoria neles ja, séria, investigativa apurando realmente para onde vai toda essa arrecdação.
    A cada dia que passa, o Ricardinho vai ficandi mais agoniado, fazendo e colecionando inimigos, quando peder o dominio do seu Departamento, vai ficar falando sozinho, abandonado.
    Fora com esse mal do Fluminense.
    Maria Luiza

    ResponderExcluir
  3. Daniel Mac Mahon Bastos11 de agosto de 2011 21:37

    Gostaria de me solidarizar com esses dois grandes tricolores José Mohamed e Carlo Ottino e agradecer o excelente trabalho realizado à frente da V.P. Administrativa,sempre com a transparência e lisura exigidas pelos cargos de Vice-Presidente e Diretor do Fluminense Football Club.
    Tenho certeza que esses despojados e fidalgos tricolores serão um exemplo para todos nós!
    Ainda tenho esperança que o Presidente do Clube não aceite as suas demissôes, valorizando o trabalho destes incansáveis e competentes homens em prol do bem estar de todos os sócios,que sempre foram prontamente atendidos e bem tratados por esta Vice-Presidência Administrativa!

    S.Ts.,

    Daniel Mac Mahon Bastos

    ResponderExcluir
  4. AUDITORIA JÁ! QUEM NAO DEVE NAO TEME! FORA ABUTRES.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM