quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Mohamed sucumbiu ao canto da sereia

Como já era previsto, “JOSÉ MOHAMED SUCUMBIU AO CANTO DA SEREIA”. Depois de “PEDIR DEMISSÃO EM CARÁTER IRREVOGÁVEL”, José Mohamed voltou atrás em sua própria palavra e retornou ao cargo de Vice-Presidente Administrativo do Fluminense. É minha gente, “JÁ NÃO SE FAZEM MAIS DEMISSÕES EM CARÁTER IRREVOGÁVEL COMO ANTIGAMENTE”.

Bons tempos eram aqueles, em que “o cabra” se demitia em “caráter irrevogável” e não tinha pedido de joelhos que o fizesse voltar atrás. Agora não, “o cabra” se demite em “caráter irrevogável” num dia e em dois ou três dias depois ele volta atrás da sua decisão. Assim não pode, assim não dá. O mundo está perdido! É o fim dos tempos!

E como ficará o “braço direito” do Mohamed, o dinâmico Ottino??? Voltará atrás também??? É sempre preciso um pouco de cuidado com esse negócio de voltar atrás. Vai que alguma coisa da errado... Já viu, né. Afinal, são todos grandes “fidalgos tricolores” e tem um nome a zelar.

Muito blá-blá-blá, muito ti-ti-ti, e nada mudou. Um beicinho aqui, um muxoxo ali, e os caciques se entenderam. Nada como um bom diálogo. Ou será um bom conchavo??? Devem ter fumado o cachimbo da paz. Esse cachimbo “é du bom”. Mas aquela história de... Era “Novo” o que mesmo??? “Novo” sambarilove???

Até ‘aquele grupo’ que ajudava a fritar o Mohamed, saiu em sua defesa. Brilhante! Sensacional! Nem o Tio Nicolau faria melhor. Pelo visto, a rapaziada anda fazendo a lição de casa direitinho. Mestre Rasputin está de parabéns. É por isso que sempre digo, “se em política, alguém disser que viu uma vaca voando, eu vou acreditar”.

3 comentários:

  1. Nobre Eduardo,
    Provavelmente a causa dos noviços conselheiros terem se arrependido em detonar o Mohamed, foi a reação dos associados do clube.
    Afinal de contas, existe alguém mais eficiente que o Califa?
    A transformação da sede é visível, cotejar com o passado recente é brincadeira.
    Como tricolor isento de interesses nefastos ao clube, fico contente que o Califa tenha voltado, se foi de trás, de frente ou de lado, não me interessa, para O FLUMINENSE será de grande valia.
    Torço para que o Califa conquiste cada vez mais admiradores, tornando-se uma alternativa para o próximo pleito.
    Enquanto isso Patinhas e o Sou o Máximo,irão duelar com floretes e Armanis, ao som do cantor do beco das garrafas e da dança do Zorba o Grego.
    A intifada está apenas começando.

    ResponderExcluir
  2. Luiz Fernando Basset24 de agosto de 2011 14:28

    Não entendi no comentário se o sr. é a favor ou contra a permanência dele...

    ResponderExcluir
  3. Um clube acéfalo em seu futebol, dirigido por um sujeito que veio do basquete.

    Uma torcida que prefere ficar de braços cruzados assistindo a isso tudo sem mover uma palha.

    Públicos ridículos nos jogos por conta da incompetência reinante no futebol do clube.

    Clube constantemente achincalhado nas federações e na imprensa, sem ninguém para defendê-lo.

    Arbitragens sempre contra e ninguém faz nada.

    Um presidente omisso que só se importa com a dívida impagável do clube.

    Um conselho deliberativo que... bom, é melhor deixar pra lá.

    O fedor dos anos 90 está muito forte no Fluminense.

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM