terça-feira, 21 de setembro de 2010

O constrangimento de SAMARONE

No último sábado, dia 18/09, durante a festa de “40 ANOS DA TAÇA DE PRATA”, uma cena poderia ter sido evitada. Muitos ex-jogadores do Fluminense estiveram presentes. E dentre eles, um muito especial: SAMARONE.

SAMARONE, na verdade se chama Wilson Gomes. O ‘SAMARA DA SAENS PEÑA’ como costumava chamar o imortal Nelson Rodrigues, jogou pelo Fluminense de 1965 a 1971. SAMARONE disputou 212 jogos pelo Fluminense, marcando 52 gols. SAMARONE foi Campeão da Taça Guanabara em 1966, 1969 e 1971; Campeão Carioca em 1969 e 1971 e Campeão do Brasil, em 1970. E SAMARONE tornou-se uma ‘lenda viva’ para várias gerações de tricolores por sua grande habilidade e excelente toque de bola.

Não vou entrar na discussão da festa em si, pois, um simpatizante da candidatura do Peter Siemsen, definiu bem: “Por que vocês não tentaram isso antes?” E também realizar a festa na data correta da conquista, dia 20 de dezembro, seria numa época de “férias do futebol brasileiro”. Ou seja, desmobilização total de todos do mundo esportivo e também da mídia.

Apesar de não ter comparecido, por estar vivendo meu “EXÍLIO TRICOLOR”, o que me chamou a atenção na festa, foi um momento de "constrangimento" para o SAMARONE. Existiam banheiros químicos no local da festa para os convidados. Mas devido ao grande número de pessoas, num determinado momento, SAMARONE vendo todos os banheiros ocupados, retirou-se do local da festa procurando outro nas dependências do Clube.

Neste instante, alguns simpatizantes do candidato Peter Siemsen, com todo direito do mundo se aproximaram de nosso ‘eterno ídolo’ para demonstrar todo o seu carinho por ele. O que é plenamente legítimo, tanto é que vários entraram no local da festa para se confraternizarem com nossos ex-jogadores. E uma linda prova disso, foi a presença de nosso ex-presidente, o Dr° Sylvio Kelly, um grande “fidalgo tricolor” se confraternizando com o Dr° Francisco Horta e demais ex-jogadores. E alguns outros torcedores que apóiam o candidato Peter Siemsen, também eram vistos no local da festa, com lindas camisas do Fluminense. Perfeito! Pra quem queria realmente se confraternizar com os ex-jogadores, a questão era bem simples.

Porém, alguns simpatizantes do candidato Peter Siemsen, insistiram para que o SAMARONE colocasse a camisa da campanha do candidato Peter Siemsen. Este fato causou algum “constrangimento ao SAMARONE”. Fazendo com que nosso ‘ídolo eterno’ se desculpasse com os organizadores da festa. Até no dia seguinte, no domingo, SAMARONE e sua esposa, ainda estavam constrangidos e insistiam em se desculpar. Creio que o SAMARONE não tem motivos para se desculpar de nada. Muito pelo contrário! Nós é que temos que agradecer, e muito, por tudo o que ele fez pelo Fluminense.

Tive a enorme honra e o grande prazer de me encontrar com o SAMARONE, no domingo, na saída do jogo contra o Flamengo, na Ala Oeste do Engenhão. E ele, pessoalmente, confirmou a história, ainda um pouco sem graça. Disse a ele, pra relaxar, que essas coisas acontecem mesmo em épocas de eleição. E que, pra ele e todos os demais jogadores, o mais importante era a possibilidade do encontro, depois de tantos anos, com seus velhos companheiros e com os torcedores do Fluminense.

E como disse anteriormente, não me interessa avaliar quem tem razão nesta discussão sobre a festa. Mas, com toda certeza, esta festa é mais importante que os churrascos do “Diretor Social Flamenguista”. Mas o fato é que os ex-jogadores ficaram maravilhados com a homenagem. E estou analisando apenas um fato que a meu ver era ‘completamente desnecessário’. Pra quê insistir em colocar uma camisa no ‘SAMARA’??? Delimitação de território??? Demonstração de virilidade??? Utilizar um ‘ídolo eterno’ do FLU em questiúnculas políticas??? Foi pra extravasar alguma raiva??? O que ganharam com isso??? NADA!!!

Saudações Tricolores

28 comentários:

  1. Eduardo,

    Acho que você perdeu o foco do que era o seu blog com seu lamentável exílio, propiciado pelo Horcades.

    O que era antes um espaço neutro onde você apontava os problemas das "internas" do FFC, se tornou uma ouvidoria anti-Peter Siemsen. Basta uma pequena pesquisa junto aos últimos posts do seu blog para perceber isso.

    Infelizmente, a politização do processo eleitoral do clube, que você pregou muito bem para mim e Alexandre durante uma reunião do CDel como necessária ao clube, está se perdendo frente a ataques personalistas neste blog, digno do grande veneno que move o clube hoje - e que você mesmo pontuava: a raiva.

    Abs, STs e saudoso das antigas resenhas políticas contigo no clube.

    Cadu

    ResponderExcluir
  2. Foi de uma truculência inacreditável. Não vi o fato mas saí do evento junto do Samarone e da família dele, onde, entre assustado e constrangido, ele narrou a cena descrita acima. Um ato de verdadeira ignorância.

    Carlos Clark

    ResponderExcluir
  3. Boa noite !
    Lamentável este episódio. Eu estava na festa - sou genro do Galhardo e estava com eles. Em determinado momento, encontrei com Samarone no meio da quadra e perguntei onde ele estava, pq. havia sumido. Ele me disse na hora: "me colocaram numa fria". Na van, indo para o hotel ele contou o que aconteceu. Sacanagem. Disse a ele que não deveria se preocupar, já que essas pessoas se aproveitaram da situação e os organizadores da festa entederiam perfeitamente. Concordo com o Eduardo: se aproximar do ídolo, é justo e aceitável. Aproveitar da situação é lamentável. Desnecessário causar este desconforto ao Samarone.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Um verdadeiro Absurdo! Ora, não tinha problema algum em entrar no evento, desde que sem a camisa do candidato da unimed, e tirar as fotos tão desejadas com os ídolos do FLU, não precisavam ser tão baixos!

    O evento era aberto aberto aos sócios!!

    Aliás ... QUE EVENTO!!!! Vão ter que suar para ganhar esta eleição..

    Repetindo o que o candidato repetia a todo tempo no evento

    "NÓS NÀO ESTAMOS FAZENDO POLITICA, ESTAMOS FAZENDO HISTORIA"

    ST

    Rodrigo

    ResponderExcluir
  5. Grande Cadu,

    Respeito sua opinião, porém me vejo no direito de discordar. Não perdi o foco de nada! Sobre o meu lamentável "EXÍLIO", estou lidando com ele numa boa. Estou super tranquilão! Não é o fato de não poder entrar (temporariamente) no Fluminense que vai alterar meu equilíbrio emocional ou psicológico.

    Cadu, fique tranquilo, este Blog não se tornou nenhuma ouvidoria anti-Peter Siemsen, rs,rs... Isso chega a ser hilário, com todo respeito. Você sabe muito bem que simpatizo muito com o Peter. Portanto, jamais podeira ser contra ele. Na minha vida sempre discordei de quem é 'anti' alguma coisa. Não sou nem anti-Flamengo. SOU FLUMINENSE!!! Não dou moral pra adversário!

    Só que antes de pesquisar os últimos posts deste Blog, você poderia fazer uma profunda pesquisa em algumas atitudes e palavras de várias pessoas, que circulam pela política tricolor.

    Sobre o espaço "NEUTRO", Cadu... Continua "NEUTRO", sim! Poderia não ser neutro se eu tivesse aceitado alguma das propostas de trabalho (remunerado) que recebi para me 'engajar' em alguns lados do FLU. Mas, não aceitei nenhuma! Meu trabalho é totalmente voluntário e ideológico. Portanto, este Blog é "NEUTRO", sim! Só que escrevo o que quero. Sou livre para isso. Se algum texto lhe incomodou, com todo respeito, sinto muito. Não é minha intenção proporcionar infelicidade para meus "companheiros de luta e de glória".

    Cadu, se você puder ler este Blog, mais atentamente, sem o seu olhar partidário (o que será muito difícil ou quase impossível) verá que não faço ataques personalistas a ninguém. Se eu fizesse ataques personalistas... Seria muito diferente! Faço análises críticas, firmes, incisivas e algumas bem humoradas. Mas, ataques personalistas, não. Seria muito pesado! Tenho condição e informação suficiente pra fazer isso. Mas não faço! O ataque poderia ser muito desproporcional a capacidade de defesa alheia. E creio que no fundo, você acredite nisso que estou afirmando.

    O nível de politização de muitas pessoas que estão na política de nosso Clube é fraco. E as pessoas confundem críticas políticas, sátiras, textos bem humorados, com ataques personalistas.

    Cadu, já sai da puberdade. Não estou em nenhum processo de autoafirmação. Não sou eu que estou querendo "reinventar nada". Não sou eu que estou preocupado em 'fazer História'. Não sou eu que acredito que a partir de 2011, "TUDO SERÁ DIFERENTE". Este era o velho papo 'manipulador' das esquerdas ao longo do século XX, que "APÓS A VITÓRIA DA REVOLUÇÃO TUDO SERÁ DIFERENTE E A VIDA DE TODOS SERÁ MUITO MELHOR". Esse "xarope" é muito velho e já bebi faz muito tempo.

    Até porque, fazemos História querendo ou não, todos os dias. Não precisamos marcar o dia da grande "vitória revolucionárias" para começarmos a fazer História. E todos fazem História, desde os mais humildes até os que ocupam os principais cargos. Estou apenas caminhando em frente diante de coisas, conceitos, princípios e valores de que acredito.

    Sobre veneno e raiva... rs,rs... Você me conhece um pouco e sabe que já sou vacinado contra isso. Agora se existem pessoas no FLU 'muito contaminadas' com isso, também acho ruim. Mas, não posso fazer nada! A vacina é cara! E não podemos recomendá-la, pois seria exercício ilegal da medicina.

    Agora, tem certas 'bobagens' que são ditas e feitas, que não merecem passar em branco. Sempre falo que a "EMPOLGAÇÃO" deve ser guardada para os jogos do FLU, nos estádios de futebol. Mas, o pior é que encontro 'muita gente empolgada' que não demonstra a mesma "EMPOLGAÇÃO" nos jogos do FLU. Assim não pode! Assim não dá!

    Também estou com muitas saudades de nossas resenhas políticas no Clube. Quando nos encontrarmos novamente na sede do FLU, vamos 'tomar umas geladas' pra celebrar a vida e o nosso eterno amor ao Fluminense.


    Um caloroso e fraterno abraço e...

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  6. Impossível não discordar do Cadu.
    E engraçado um Professor de História não se posicionar contra este oportunismo do candidato do Horcades, que mistura palanque político com a história do Fluminense, fazendo uma homenagem aos ex-jogadores do clube, que deveria ser de iniciativa da Instituição, e não do candidato.

    Eduardo, não o conheço pessoalmente, mas a boa impressão que tinha sua depois do belo Livro sobre o Estádio das Laranjeiras, começa a se nebular, com os seguidos posts que parecem não analisar o processo político do clube de forma imparcial, mas sim no sentido de atingir "apenas" o candidato Peter Siemsen.

    Por que não um post sobre o deplorável estado da quadra de tênis onde ocorreu o evento? Os organizadores do evento, da chapa Júlio Bueno, entregaram a quadra de tênis destruída! Fincaram enormes pregos no chão de cimento, e nenhum sócio pode utilizá-la até hoje, por conta do que se deixou à lastro deste evento.

    Por que não um post sobre o candidato ficha-suja (não sou eu quem disse que ele é ficha-suja, mas o Tribunal Regional Eleitoral em seu próprio site)?
    Por que não informar a seus leitores, que Júlio Bueno pode ser candidato a presidência do Fluminense, mas não pode ser candidato a Deputado Estadual! Não pode ser candidato a Deputado Federal! Não pode concorrer a nenhum cargo político!

    Acho que seu blog traz boa contribuição ao processo político em que o clube está megulhado, mas ele deveria ser mais imparcial, para não parecer que é apenas uma extensão do que pensa e quer dizer a chapa Transforma Flu...

    ST,
    Ricardo Lafayette

    ResponderExcluir
  7. Daniel Hora do Paço22 de setembro de 2010 13:31

    Partilho da opinião do Cadu. Isso aqui virou o blog anti-Peter. Está evidente.

    O blog esqueceu de dizer, por exemplo, que o candidato Julio Bueno se utilizou de um espaço que nunca tinha sido permitido a nenhum sócio. Esqueceu de dizer que os membros da candidatura do Peter foram "avisados" que eles não seriam bem vindos no evento. Esqueceu de pontuar também que a história do Fluminense não pertence a nenhum candidato.

    As informações acima estão todas incorretas. Não houve truculência alguma. Se foi gerado constrangimento ao Samarone, ele disfarçou isso muito bem, como a pessoa educadíssima que é.

    Volto ao ponto: Samarone não pertence à candidatura do Peter. Nem à do Julio. E aí me pergunto porque todos os ex-jogadores foram "gentilmente convidados" a vestir a camisa laranja do Julio no evento. Opção?

    Saudações Tricolores,

    Daniel HP

    ResponderExcluir
  8. Ricardo Lafayette,

    É lógico que você tem que concordar com o Cadu... Você defende “ardorosamente” o mesmo candidato a presidente que ele. Com todo respeito, mas não me venha ‘ditar regras’ sobre meus textos. Não tenho nenhum interesse em atingir “apenas” o candidato Peter Siemsen, que considero uma boa pessoa. Na verdade, não interesse de atingir ninguém. Tenho interesse em refletir e ajudar a fazer as pessoas que se envolvem com o Fluminense pensarem livremente. O problema (para alguns) é que faço isso direitinho!

    O que me interessa neste último texto é o “FATO” de que alguns “seguidores do Peter” causaram um constrangimento ao SAMARONE sem necessidade alguma. Um tremendo “GOL CONTRA”!!!!!!! Isso é postura de quem quer mudar o FLU??? Não me faça rir!

    Gozado, quando me posicionei de forma crítica aos pagodes e churrascos promovidos pelo “Diretor Social Flamenguista” não contei com a estimada colaboração de ninguém. E ele pagava aluguel de alguma quadra pra fazer isso??? Ou será que é por ele ser aliado do Vice-Presidente Social??? E quem o Vice-Presidente Social apóia pra presidente???

    Quando me posicionei de forma crítica e contundente em relação ao presidente do Clube, não vi ninguém fazendo nada semelhante. E não sou eu que digo isso. São várias pessoas que fazem parte e atuam intensamente na política tricolor. Prova disso, que não vi ninguém “penalizado” (como eu) pelo presidente do Clube. Não devem tê-lo incomodado tanto assim, né???

    E porque será que alguns Vice-Presidentes da atual gestão apóiam o candidato do “maior grupo de oposição”??? Por que ele é o mais bonito? Por que é o mais jovem? Por que é o mais competente? Por que é o mais moderno? Ou será porque consideram que, fazendo isso, poderão costurar (ou já costuraram?) algum acordo pra que não sejam feitas ‘mudanças bruscas’(caso vençam as eleições) em relação ao passado recente??? Pense nisso!

    Você não me conhece pessoalmente, mas teve boa impressão a meu respeito pelo “belo Livro” que escrevi sobre o Estádio das Laranjeiras. Muito bom! Mas, então quer dizer que agora, só porque escrevo textos que não são do “SEU INTERESSE”, a boa impressão que tinha a meu respeito começa a ficar nebulosa??? Isto é hilário!! Ou melhor, “MUITO PUERIL”! Tenha convicções nas suas certezas e não apenas dúvidas. Mas, não estou aqui para escrever coisas pra agradar A, B ou C. Estou aqui para escrever coisas livremente. A questão é que levanto questionamentos que levam muitas pessoas a refletirem. E isso, evidentemente, desagrada determinados interesses. Mas, estou nela também. Só que não defendo nenhum candidato. Não tenho grupo! Não tenho partido! Se meus textos não lhe agradam, faça com que seu grupo e seu candidato se esforcem um pouco mais.

    Antes de tentar sugerir alguma coisa, você deveria ser um leitor mais atento do que parece ser. Mas, compreendo perfeitamente. A paixão por uma determinada candidatura pode levar as pessoas a cegueira. E fazer com que percam o senso crítico. Se bem que algumas nem possuem senso crítico.

    Ser mais imparcial pra você e outros, talvez, seria este Blog elogiar determinado candidato a presidente. De preferência, aquele que é “DO SEU INTERESSE”. O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” é apenas uma extensão do que penso e do que digo. Aqui não é oposição “água com açúcar”, não! Este Blog “NÃO JOGA PRA TORCIDA”. Muito pelo contrário! Se jogasse pra torcida ficaríamos discutindo as alternativas táticas do Muricy, quem jogou mal, quem jogou bem. Isso eu converso com meus amigos íntimos no ‘boteco da esquina’. E eu poderia tranquilamente, estar entre aquelas pessoas ‘bacaninhas’ do Clube (é muito fácil fazer isso), que quase todo mundo gosta. Aquelas que alguns dizem: “Poxa, aquele cara é tão legal”! Mas, legal toda pessoa é, desde que esteja do nosso lado, né??? É muito simples. Mas, não! Aqui é um espaço político, de reflexão, questionamento e informação de bastidores. Só isso!

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  9. Prezado Daniel Hora do Paço,

    É lógico que você compartilha da mesma opinião que o Cadu... Ambos defendem o mesmo candidato, rs,rs... Seria estranho o contrário.

    “ISSO AQUI”, acho que você se refere ao Blog “CIDADÃO FLUMINENSE”. Se eu fosse algum garoto ‘raivoso’ poderia até ficar aborrecido. Como não sou levo numa boa, rs,rs... Mas, “ISSO AQUI” não é um Blog anti-Peter. Como já disse, simpatizo com o Peter, por isso não posso ser contra ele.

    Por enquanto o Peter é apenas “UM CANDIDATO” a presidente. Não tenho que torcer por ele, nem pro Julio, nem pro Mauro. SOU TORCEDOR DO FLUMINENSE!!! E não torcedor de candidato. Candidato tem mais é que vencer a eleição, fazer um bom mandato e fazer o Clube campeão e respeitado. Não tenho vocação pra ser “FOCA DE CIRCO”.

    O Blog “CIDADÃO FLUMINENSE” já enalteceu o ex-presidente Francisco Horta e levou ‘pedradas’ daqueles que o criticam. E já elogiou o ex-presidente Sylvio Kelly e levou ‘pedradas’ daqueles que o criticam. É assim mesmo. As pessoas só gostam que a gente elogie as pessoas que elas gostam.

    O Peter é um sócio como qualquer outro. Apenas é candidato a presidente. Pode ganhar? Pode! Pode perder? Pode! Simples. Agora, alguém querer ficar ‘rotulando os outros’, ‘ditando regra’, aí não dá.

    Você escreveu, sobre a “utilização de um espaço que nunca tinha sido permitido a nenhum sócio”, rs,rs,rs... Mas você demonstra desconhecimento sobre o seu Clube. Vou te dar só um exemplo: “Recentemente, o ‘Diretor Social Flamenguista’ aliado do Vice-Presidente Social fechou uma quadra (alugou?) do Clube, num sábado, dia de ‘Sol’, clube cheio, e retirou crianças que lá jogavam futebol. E uma das crianças era o nosso querido ‘MIMI’ filho de nosso grande amigo José Mohamed”. E qual foi o único Blog que denunciou isto??? Foi “ISSO AQUI”!!! E quem é o candidato que o Vice-Presidente Social apóia???

    Sobre membros da candidatura do Peter não serem bem vindos ao evento... Não sei, não, hein... Vários destes estavam por lá “felizes da vida”. O Marcelão (Legião), Gustavo Ribeiro (Legião), Sylvio Kelly, Oswaldo Peniche (DT), sr° Correia (TC), e outros. É aquilo que disse antes, ‘pra quem queria realmente se confraternizar com os ex-jogadores, a questão era bem simples. Foi gerado constrangimento ao Samarone??? SIM! FOI GERADO CONSTRANGIMENTO AO SAMARONE! Mas, isto com certeza, quem gerou este constrangimento ao Samarone não estava nem aí pra isso. Pensou primeiro “no seu umbigo”.

    Concordo com você, o Samarone não pertence nem a candidatura do Julio, nem do Peter e nem do Mauro Carneiro. Mas, todos os ex-jogadores estavam sem a tal camisa laranja. Do jeito que estavam ‘encantados com o evento’, não duvido nada que eles vestiriam a tal camisa laranja, caso fossem ‘realmente’ convidados a vesti-la.

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  10. Saudacoes Tricolores!

    Com dois comentarios nao publicados pela Flusocio, muito provavelmente por destacar criticando pontos negativos, e muito decepcionado com a candidatura de Peter ha' um tempo consideravel, tambem concordo com Cadu.

    De um leitor fiel que, nas poucas vezes que comentou, sempre foi no sentido de parabeniza-lo, mas que, dessa vez, sugere uma construtiva autocritica.

    Mauro Balbino

    ResponderExcluir
  11. Prezado Mauro Balbino,

    É um prazer tê-lo aqui novamente debatendo conosco.

    Eu também concordo com o Cadu em muitas coisas... Mas, não em todas.

    Tenha certeza que sua sugestão é muito bem-vinda por aqui. Foi colocada com extrema educação.


    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  12. Muito bom este debate. É disso que o Fluminense precisa. Acho até que alguns comentários do Eduardo abaixo, ficaram até melhores que o post original!

    Gostei bem dessa parte (claro, rrsss):

    "Não sou eu que acredito que a partir de 2011, "TUDO SERÁ DIFERENTE". Este era o velho papo 'manipulador' das esquerdas ao longo do século XX, que "APÓS A VITÓRIA DA REVOLUÇÃO TUDO SERÁ DIFERENTE E A VIDA DE TODOS SERÁ MUITO MELHOR"."

    E dessa aqui:

    "Mas, legal toda pessoa é, desde que esteja do nosso lado, né??? É muito simples."

    Perfeito.

    Gostaria muito agora de ouvir a réplica do pessoal da Flusócio sobre seus comentários.

    Abs e ST.

    ResponderExcluir
  13. que saudades do clube...

    ResponderExcluir
  14. Eduardo,
    como você mesmo relatou, você não estava presente. Como outro leitor acima, que falou em truculência, relatou, ele não estava presente.

    Se você e o outro leitor estivessem presentes, saberiam o que realmente ocorreu e este post sequer existiria.

    Falar em truculência chega a ser maldade. O Samarone foi é muito bem recebido, quando avistado pelos simpatizantes do Peter, com enorme carinho. Uma camisa do Peter foi gentilmente oferecida e ele aceitou. Nada mais que isso. Ele não foi forçado a nada. Não houve truculência nenhuma.

    ST,
    Marcelo TYF

    ResponderExcluir
  15. Prezado Marcelo TYF,

    Não falei em truculência e sim em “constrangimento”. Utilizando um bom dicionário de Língua Portuguesa observará que existem diferenças no significado dos dois vocábulos.

    Sobre o fato de que eu não estava presente, por isso não saberia realmente o que aconteceu, rs,rs,rs... Com todo respeito, “não seja ingênuo”!!! Apesar de não estar presente ‘fisicamente’ tenho capacidade de me manter “muito bem informado” sobre muitas coisas que acontecem atualmente ‘dentro do Fluminense’. Muito mais, do que muita gente que está louca pra se manter informado e não consegue.

    Por ser extremamente educado, é lógico que o Samarone aceitaria gentilmente a camisa que lhe foi oferecida. Só me faltava isso, alguém ter forçado o Samarone a colocar a camisa do candidato Peter. Aí, seria caso pra “INTERNAÇÃO” na Colônia Juliano Moreira.

    Mas, o “FATO” é que o “constrangimento ao Samarone” existiu. E, em decorrência disto, este texto existe. E algumas pessoas, tentam defender o que é ‘indefensável’. Nada mais que isso!

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  16. Eduardo,
    não foi você que usou o termo "truculência". Mas ele foi usado. É só ler aí em cima.

    ResponderExcluir
  17. Quem falou em truculência fui eu. E eu realmente não assisti ao fato.

    MAS EU VI no rosto do Samarone o susto e o constrangimento que ele passou, narrando o fato. Ele recusou a camisa e pediu para tirar. Precisa dizer mais que isso?

    Porque truculência? Truculência no sentido de crueldade. Certamente foi apenas um arroubo de uma pessoa, mas dá uma certa medida da exaltação dos espíritos no clube e na chapa em questão. Só é certo que foi lamentável.

    STs

    Carlos Clark

    ResponderExcluir
  18. Samarone!!!! Que craque!!!! Samarone, Flávio e Lula! Não tinha p/ ninguém! Dr Samara só não teve melhor sorte na Seleção porque aquela foi a época de ouro do futebol brasileiro (disputar vaga com Rivelino, Gérson, PC Caju, Ademir Da Guia, Dirceu Lopes e ninguém menos que Pelé não é algo fácil).

    Gostei da homenagem aos Campeões Brasileiros de 1970. FLU, Campeão do Brasil no ano em que o Brasil era Campeão do Mundo com o melhor futebol de todos os tempos.

    Sobre política, vou me abster. Fico apenas com a nostalgia deste grande time, desta grande conquista.

    Saudações Tricolores!!!

    ResponderExcluir
  19. Eduardo,

    Constrangimento por ser recebido por torcedores, de forma efusiva?

    Ofereceram a camisa a ele, e se fosse tão constrangedor, ele recusaria - até mesmo dizendo sua posição política, se fosse o caso.

    Aliás, uma boa pergunta: todos os homenageados apoiam o Julio Bueno? Nenhum recebeu cachê para estar ali? Será que não foram convidados para um evento institucional (como foi divulgado na imprensa até sexta anterior ao evento), e chegando lá o evento era político?

    Muitas dúvidas que poderiam ser sanadas aqui nesse espaço. Mas por algum motivo, só se fala no Peter aqui.

    Eduardo sabe que não sou adepto da política virulenta - mas nesse evento, diversas questões poderiam ser suscitadas (cessão inédita da quadra central, entregue depredada; presença ilustre de vários membros da diretoria atual com a camisa do Julio; resposta institucional da vice-administrativa confirmando que a quadra central não é alugada, mas nesse caso foi, etc) e por algum motivo focaram num possível constrangimento do Samarone a ter que vestir uma camisa de campanha (que eu pelo menos não vi, ele inclusive autografou várias).

    Enfim, ficou aqui o registro. O Eduardo, como administrador desse espaço, saberá melhor do que ninguém como proceder - precisava fazer esses comentários pois acho necessário gerar essa reflexão, o que tento exercitar diariamente dentro da Flusócio.

    Abs e STs!
    Cadu

    ResponderExcluir
  20. Passei rapidamente pelo evento, pois estava na piscina vendo a competição.
    Apesar do tempo ruim, eu fiquei maravilhado com o que vi!
    Ex ídolos nossos, todos ali, confraternizando e felizes como todos nós!
    Esse é o Fluminense que a gente quer.
    Eu não vi essa coisa de politicagem que tanto falaram do evento.
    Achei muito simpático isso sim!
    A democracia reinava lindamente!
    Parabéns ao Julio Bueno pelo excelente evento.
    Que o Peter agora supere o Julio em seu próximo evento. Fica aí a dica para eles...
    E que os dois seja quem for o presidente que faça isso com constância.
    O nosso associado, a nossa torcida e os nossos ex jogadores precisam disso. De carinho e respeito.
    O Julio ganhou um apoiador pelo que fez e está se propondo a fazer.

    Luisão

    ResponderExcluir
  21. Incrível!

    tanto no site do Pavilhão Tricolor quanto aqui, nos comentários, só se fala em Julio e Peter...

    Esqueceram que há o Mauro Carneiro?

    Já pararam para ver a proposta do candidato?

    Vão até o site e vejam, pois assim constatarão que é o único candidato com propostas para o clube.

    Parem de fingir que a disputa será entre 2 candidatos. Quando fizerem comparações, considerem também o candidato Mauro Carneiro.

    Falam mal dos dois outros, e simplesmente ignoram o Mauro.

    Não estou falando do Eduardo Coelho, que fala do Mauro quando é esse o assunto. Estou falando de todos que comentam sobre a política, dizendo que os dois candidatos são ruins para o clube. Que são farinha do mesmo saco. Que serão a continuidade do que está aí hoje.

    Abram seus olhos!

    Ainda há tempo!

    Maria

    ResponderExcluir
  22. Prezado Eduardo e demais tricolores,

    Permita retificar algumas colocações aqui feitas, pois a insistência em descrever os fatos como não aconteceram não é benéfica para ninguém.

    Constrangimento: Não foi por ter sido recebido de forma efusiva que o Samarone se sentiu constrangido, mas sim pelo fato dele estar prestigiando o evento do Julio Bueno e colocarem nele À REVELIA a camisa do candidato concorrente. Até mesmo no dia seguinte (no Engenhão) ele continuava a pedir desculpas ao pessoal do Julio pelo fato, como se, mesmo involuntariamente, ele tivesse tido alguma culpa no acontecido.

    "Ofereceram a ele" a camisa é de fato um eufemismo abominável.
    Enfiaram a camisa nele sem que ele tivesse pedido!
    E ELE RECUSOU A CAMISA! TENHO CERTEZA QUE ELE E TODOS ALI SABIAM QUE A HOMENAGEM ERA UM EVENTO DE CAMPANHA.

    Independente de posição política, ele estava sim num evento político, prestigiando um candidato e tenho certeza que o Samarone não é nenhuma criança para não saber onde estava ou o que estava fazendo.

    Porque não fizeram para o próprio Samarone a pergunta canalha "todos os homenageados apoiam o Julio Bueno? Nenhum recebeu cachê para estar ali?" Eu não vi ninguém, mas ninguém mesmo coagido a estar ali. Todos estavam com um sorriso. O Edinho, o Mickey, o Valdo e tantos outros tinham um sorriso maior do que o rosto.

    Será que eu entendi que estão querendo dar a entender que os nossos craques históricos são "compráveis" por qualquer candidatura?
    LAMENTÁVEL.

    Sugiro que da próxima vez que se encontrarem com o Edinho, com o Mickey, o Lula, o Parreira, perguntem a eles se eles foram "comprados" pelo evento.

    Fora outros acontecimentos truculentos não narrados aqui, onde uma pessoa ligada à candidatura do PS tentou barrar a entrada da van dos ex-craques no clube, fazendo escândalo na entrada e no dia seguinte estava todo pimpão no Engenhão querendo tirar foto ao lado desses mesmos ex-craques que ele tentou impedir o acesso.

    Ao invés de ficar batendo pé e insistindo em falácias para justificar o injustificável, a Flusócio deveria tentar fazer mais e melhor.

    STs
    Carlos Clark

    ResponderExcluir
  23. Foi tão simples...

    Não apoio a candidatura do JB e, apesar de ter sido insistentemente convidado a participar do evento, não fui.

    E para evitar qualquer constrangimento, nem ao clube fui neste dia.

    Só tomei conhecimento dos acontecimentos pela internet e por informações de amigos que estavam presentes.

    E por estas informações, fiz bem em não ir ao clube.

    ResponderExcluir
  24. Prezado Cadu,

    É óbvio que não existe nenhum constrangimento em um ‘ídolo eterno’ de nosso Clube ser calorosa e efusivamente recebido por sua torcida.

    Contudo, pessoas educadas (como é o Samarone), ficam sujeitas a passar por algum constrangimento, para evitar que outras passem por isso. E foi o que fez o Samarone. Seria constrangedor para quem lhe ofereceu a tal camisa, se ele a recusasse. Como o Samarone é muito simpático, gentil e educado, resolveu colocar a camisa. Entretanto, as pessoas que o abordaram com a camisa da campanha do Peter poderiam usar um pouco mais de ‘bom senso’. Só isso.

    Você é uma pessoa sensata e sabe que a questão no dia não era o candidato A, B ou C. A questão era homenagear os ‘eternos ídolos’ do FLU. Não vem ao caso quem homenageou. O que interessa é que os ex-jogadores estavam ‘extasiados’ e ‘felizes da vida’. Muitos ali, não se encontravam há quase 40 anos. Quando a gente fica mais um pouco velho, aprende o valor de encontrar um amigo do peito, que a gente não encontra há décadas. E era o caso deles.

    Quando disse ‘constrangimento’, era no intuito de levar a uma reflexão sobre o caso. Pois, foi assim que ele se sentiu. O Samarone sentiu-se constrangido em relação aos organizadores, porque é extremamente educado. E não queria nenhuma ‘rusga’ no momento maravilhoso que ele estava vivendo. E isso poderia ter sido evitado. Só isso.

    Vou tentar ajudar nas suas perguntas: Nem todos os que foram homenageados moram no Rio. Quase todos os ex-jogadores do FLU apóiam o candidato Julio Bueno. Inclusive, noticiei aqui no “CIDADÃO FLUMINENSE” o time de máster do FLU declarando apoio ao candidato Julio Bueno.
    Muitos deles associaram-se ao Clube para participar e votar. Os jogadores não receberam cachê para estar lá.

    Tenho me esforçado bastante para reunir nossos “eternos ídolos” dentro do FLU. Tenho realizado encontros, em que às vezes tínhamos ‘um simples bolo de chocolate’ para celebrarmos a vitoriosa “HISTÓRIA DO FLUMINENSE”. E na última celebração que organizei, comemorando os “91 ANOS DO ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS”, reunimos “ONZE EX-JOGADORES DO FLU”. E em nenhuma delas foi oferecido “CACHÊ”. “OFERECEMOS MUITO CARINHO, AMOR, RESPEITO, ADMIRAÇÃO E ACIMA DE TUDO ‘GRATIDÃO’ AOS NOSSOS EX-JOGADORES POR TUDO O QUE FIZERAM PELO FLUMINENSE”. É isso o que eles mais querem!

    Ficou muito claro que o evento não era institucional. Desde o primeiro momento foi noticiado na mídia que era um evento do candidato Julio Bueno. E todos os jogadores sabiam disto. Portanto, todos sabiam que o evento era organizado por um sócio que é candidato a presidente.

    Estarei sempre a sua disposição para sanar suas dúvidas, neste e em qualquer outro espaço, como sempre estive. Aqui não se fala só do Peter. Neste caso específico, é pelo motivo da tal camisa de campanha. E qualquer pessoa sensata sabe que: “O que ganharam com isso”??? Parece, sim, delimitação de território. Parece comportamento revanchista. E não de quem quer mudar o Fluminense. Cadu, isso é só uma opinião, com todo respeito.

    Sobre “membros da diretoria atual com a camisa do candidato Julio Bueno”, concordo com você. Não creio que o simples fato de alguém vestir uma camisa determine uma conquista maior de votos. Por isso, me pareceu um pouco de ‘revanchismo’, a camisa da campanha do Peter colocada no Samarone.

    Sobre ‘utilização de espaço físico do Clube’, já mencionei antes, um exemplo do “Diretor Social Flamenguista” que fechou (alugou?) uma quadra retirando crianças que jogavam futebol.

    Um abraço e...

    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  25. Carlos Clark,
    você falta com a verdade neste espaço, e o faz reiteradamente.
    Dizer que vestiram a camisa nele à revelia é faltar com a verdade. A camisa foi entregue em mãos, ele vestiu porque quis. Se depois se arrependeu, não devia ter vestido. Mas foi decisão dele, que já é bem grandinho.

    Acho um tanto quanto estranho que uma pessoa que não sequer estava presente venha neste espaço falar em "truculência", e "vestir à revelia". Com que objetivo??????

    Marcelo TYF

    ResponderExcluir
  26. Como eu já afirmei, eu não estava presente à cena e narro o fato como me foi contado por terceiros bem na hora em que aconteceu e, principalmente à narração do próprio Samarone, que, se aceitou de bom grado, no mínimo deve ter sido induzido ao erro no calor do momento, visto que apenas minutos depois o cara estava indo embora muito constrangido e lamentando o ocorrido.
    E isso eu vi e ouvi, ninguém me contou. Esse fato, qualquer imperfeição da minha narrativa não vai mudar.

    STs

    Carlos Clark

    ResponderExcluir
  27. Prezado Marcelo TYF,

    Quando você diz, "ELE VESTIU PORQUE QUIZ. SE DEPOIS SE ARREPENDEU, NÃO DEVIA TER VESTIDO. MAS FOI DECISÃO DELE, QUE JÁ É BEM GRANDINHO", vai de encontro a uma reflexão crítica que eu escrevi.

    Lembrando o que escrevi: "Contudo, pessoas educadas (como é o Samarone), ficam sujeitas a passar por algum constrangimento, para evitar que outras passem por isso. E foi o que fez o Samarone. Seria constrangedor para quem lhe ofereceu a camisa, se ele a recusasse. Como o Samarone é muito simpático, gentil e educado, resolveu colocar a camisa. Entretanto, as pessoas que o abordaram com a camisa da campanha do PETER poderiam usar um pouco mais de 'bom senso'. Só isso".

    Mas, 'bom senso' deve ser algo que algumas pessoas não sabem o que significa.

    Mas diante da sua colocação, me parece que você também não ligou muito se o Samarone ficou ou não constrangido. Parece que era mais importante defender o PETER. O SAMARONE é um "ÍDOLO ETERNO" do Fluminense que marcou 'várias gerações de tricolores'. Enquanto o PETER é um bom rapaz, sócio do Clube, que está na condição de candidato a presidente. Só isso.

    Na verdade, as pessoas não deveriam usar um pouco mais de 'bom senso', elas deveriam ser mais educadas. Se fossem mais educadas, não pensariam numa besteira dessas de colocar camisa de campanha no Samarone. O QUE GANHARAM COM ISSO??? NADA!!! Só demonstraram todo o seu despreparo emocional e intelectual para lidar com política.


    Saudações Tricolores,

    EDUARDO COELHO

    ResponderExcluir
  28. Amigos,

    Se dependesse do Samarone, ele ficava um pouco mais ali no Bar do Tenis. Nos dez ou quinze minutos que ele ali permaneceu, espontaneamente, somente recebeu homenagens e carinho, com cantorias e incentivos a pessoa dele. Ele estava visivelmente emocionado, dando autógrafos, tirando fotos com todo mundo e conversando com todos com enorme amabilidade e simpatia. Se ele conseguiu esconder algum constrangimento pelo qual passou, trata-se de um dos maiores artistas que já vi. Acho que não êh o caso. A camisa, ele vestiu espontaneamente e com o maior prazer, mas, claro, ele o fez para retribuir o enorme carinho que recebia de todos ali, e não por ser partidário do Peter, embora ache que ele também não seja necessariamente partidário do JB. Na verdade, acho mesmo que ele absolutamente nada entende da política interna do clube, assim como êh o caso de quase todos aqueles jogadores de 1970, senão todos.

    Agora, êh claro e evidente que, sendo ele convidado do JB, estando lá com passagens e hospedagem pagas pelo JB, seria razoável que, ao se encontrar novamente com o pessoal do JB, ele viesse a dizer que vestiu a camisa de campanha do Peter com constrangimento. Constragimento seria, isso sim, se ele dissesse ao pessoal do JB que, lá com o pessoal do Peter, ele permaneceu prazerosamente.

    Eu estava desde o inicio e a tudo presenciei. O Samarone, na verdade, tinha descido da quadra central com uma equipe de TV, para, ali naquele corredor que da acesso ao Bar do Tenis, conceder uma entrevista e mandar mensagens ao Pele, pelos 70 anos do Rei.

    O Samarone somente voltou para o evento do JB, depois que um dos encarregados lá da festa do JB veio busca-lo. Do contrário, ele teria permanecido ali mais tempo, entretido, distraído e homenageado que estava sendo por todos. Volto a repisar, tudo SEM O MENOR CONSTRANGIMENTO.

    Embora partidário da candidatura Peter Siemsen, jamais viria aqui para dizer uma inverdade.

    Abs

    Eduardo Mas

    ResponderExcluir

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO! SE QUISER PARTICIPAR DE NOSSOS EVENTOS, SORTEIOS E BOLETINS, BASTA ENVIAR UM EMAIL PARA A CONTA CIDADAOFLU@GMAIL.COM